Por que os cachorros lambem seus donos?

As lambidas dos cães em seus donos podem ir além do que imaginamos. Entenda os motivos desse comportamento dos pets
Poodle pequeno em pé com a língua para fora

Quem é tutor de um cãozinho já deve estar acostumado a receber lambidas ou “lambeijos” diariamente em diversas situações diferentes ao lado do pet. Logo, você já deve ter se perguntado o motivo que leva o seu amigo peludo a te lamber com frequência. Algumas pessoas afirmam que essa é a principal forma que os cães encontram de demonstrar carinho e amor pelo tutor.

E isso realmente é verdade. No entanto, esse não é o único motivo que leva os cães a lamberem os seus donos, existem algumas outras questões por trás de tantos “lambeijos”. E se você ficou curioso, não se preocupe. Neste artigo, nós vamos te explicar todos os principais motivos que levam os cães a lamberem os tutores. Acompanhe até o final!

Os principais motivos para os cães lamberem os donos 

A maioria dos tutores acreditam que a motivação principal que leva os cãezinhos a lamberem os humanos é por conta do amor e carinho que eles sentem. Nenhum estudo ainda conseguiu confirmar se isso é realmente verdade. No entanto, não há quem não acredite que as lambidas são motivadas por amor, carinho e admiração que os bichinhos têm por seus donos. 

Além disso, as lambidas dos cães são um comportamento muito natural dos peludos, que vem dos lobos. Nas alcateias, um lobo pode lamber a boca do outro como um sinal de respeito e afeição. Quando são filhotes, eles fazem isso no intuito de pedir comida para a mãe. Logo, seu cãozinho pode estar demonstrando respeito ou querendo um pouco de ração ou algum delicioso petisco.

Mas as razões que levam os cães a lamberem os tutores não param por aí. Outro motivo bastante curioso que incentiva esse comportamento é que os cachorros adoram o gostinho “salgado” que a pele dos humanos têm. Pode parecer um pouco estranho, mas o acúmulo de suor e até mesmo outros fatores externos, fazem com que a gente fique com o corpo com um sabor salgado e os cães adoram! 

E por último, o comportamento e personalidade de alguns cães podem fazer com que eles lambam os tutores com mais frequência do que o normal. Isso acaba acontecendo bastante com cães ansiosos, pois as lambidas nos tutores e até mesmo em outros cães, os ajudam a aliviar a ansiedade e até mesmo o estresse. Diante disso, é importante ficar de olho se você tem um animal ansioso em casa.

A lambida dos cães pode fazer mal?

Se formos olhar pela questão afetiva, as lambidas dos cães podem fazer muito bem aos humanos. Existem diversos estudos que comprovam que além das lambidas, apenas a presença do animal pode trazer diversos benefícios para a saúde humana. No entanto, em relação às lambidas existem alguns riscos.

O médico bacteriologista da Universidade de Londres, John Oxford, afirma que a lambida dos cães pode ser perigosa. Isso ocorre, pois na língua ou até mesmo na saliva do animal existem algumas bactérias nocivas e muito perigosas para a saúde humana. É o caso, por exemplo, da E. coli, da salmonela e da campylobacter, responsável por quadros de gastroenterite. Além disso, eles também destacam o risco de a pessoa ingerir vermes ligados à doenças como o amarelão.

Mas não precisa se desesperar caso isso seja um hábito comum entre você e o seu amigo de quatro patas.  Um cachorro, independente de ser bem cuidado ou não, pode transmitir doenças pelas lambidas. Entretanto, as chances de isso acontecer  não são maiores que as decorrentes do hábito de levar as mãos sujas à boca e aos olhos com frequência, sem que a gente perceba.

Logo, caso o seu amigo peludo te pegue desprevenido e te dê um “lambeijo” com muito carinho, não precisa correr para um pronto-socorro ou brigar com o animal, até porque ele não tem entendimento da situação. Basta lavar o rosto com água corrente e um pouco de sabão. Lembrando que a tática vale, inclusive, para as lambidas nas crianças e idosos.

Eu gosto das lambidas do meu cachorro, e agora?

Bem, se você gosta de receber os “lambeijos” do seu peludo e não quer acabar com os momentos de carinho entre você e ele, não se preocupe. Existem alguns passos e cuidados que você pode seguir para fazer com que a lambida do seu cãozinho se torne mais segura. Confira:

  • Mantenha o seu cachorro com todas as vacinas e vermífugos em dia;
  • Faça diariamente a higiene bucal do seu cãozinho. Muitos tutores não sabem dessa informação, mas os cães também precisam escovar os dentes para evitar doenças como o tártaro
  • Procure sempre manter a higiene do seu pet em dia, com banhos e tosas semanais ou quinzenais; 
  • E por último, leve o seu cachorro para consultas regulares com o médico veterinário, essa é a melhor forma de você zelar pela saúde do seu peludo e até mesmo de todos em casa. Boa sorte!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *