Osteoartrite em cães: saiba o que é, sintomas e como tratar

A osteoartrite é uma doença nas articulações dos cães que podem causar dores e incômodos. Entenda os sintomas e como ajudar o pet
fox pauslistinha estudio

A osteoartrite em cães é infelizmente uma doença bem comum, especialmente em animais mais velhos. O quadro se trata de uma doença articular degenerativa em cães, portanto não há cura, mas existe tratamento que garanta uma boa qualidade de vida do pet.

E o segredo para conseguir lidar melhor com essa doença é o diagnóstico precoce, por isso é tão importante levar o animal com frequência ao médico veterinário, ajudando a prevenir o quadro quando o cãozinho ainda é jovem. E se você deseja saber mais sobre o assunto, como o tratamento e as maneiras de prevenção da osteoartrite, continue acompanhando o artigo até o final. Vamos lá!

O que é a osteoartrite em cães?

A osteoartrite é uma doença progressiva e degenerativa das articulações, mais comum em cães mais velhos. A cartilagem, que cobre e protege as articulações, é destruída a medida em que o tempo vai passando, logo, os cães acabam desenvolvendo esse problema.

Além disso, ocorre crescimento ósseo anormal ao redor das articulações e cartilagem do cachorro, de forma que a superfície óssea fica irregular e com fragmentos destacados. Esses danos podem ser vistos em raios-x, por isso, essa é uma das melhores maneiras de diagnóstico.

Uma articulação neste estado, permite que as superfícies e a cartilagem entrem em contato quando o animal anda, o que aumenta a degeneração óssea, causando uma considerável dor no bichinho e que, logicamente, acaba afetando a mobilidade do cão.

Causas da osteoartrite em cães

Não se sabe ao certo as causas da osteoartrose canina, mas há processos conhecidos que podem ser responsáveis por gerar o quadro no peludo, como, por exemplo, traumas ósseos ou o inevitável envelhecimento. A osteoartrite pode aparecer em qualquer articulação do corpo do animal. No entanto, é mais comum que surja nas extremidades do corpo do pet, afetando as articulações, principalmente as da coluna.

É possível distinguir uma osteoartrite primária, consequência do envelhecimento, e uma secundária, que surge após um fator desencadeante como um trauma ou uma malformação displásica. A obesidade canina também acaba prejudicando as articulações e existem ainda doenças sistêmicas que podem causar a degeneração das articulações. Na osteoartrite primária, mais de uma articulação geralmente é afetada, enquanto a secundária costuma surgir em um ponto específico do corpo do pet. Ao fazer radiografias, o veterinário poderá confirmar o diagnóstico.

Quando esse problema ocorre em cães jovens, é mais provável que seja uma osteoartrite secundária. No entanto, apenas um médico veterinário tendo base em exames, poderá realmente confirmar o quadro em pets mais novos.

Quais são os sintomas da osteoartrite?

pug preto com medo

Os sintomas vão depender das articulações afetadas e da gravidade em que se encontra a cartilagem do cachorro. Geralmente, os sintomas se manifestam principalmente nos quadris, joelhos, ombros e cotovelos. O normal é que o cão sinta dor ao mover a articulação, ou seja, ele começará a mancar com frequência.

Além disso, como a região estará muito dolorida, se o tutor tocar na área afetada, o animal pode reagir de maneira agressiva. E pode também haver inflamação e, às vezes, até ouviremos um som semelhante a um clique quando o animal anda ou faz algum outro movimento.

Visto que os sintomas podem ser confusos e semelhantes ao de outras doenças, como saber se um cão tem osteoartrite? Em função das dores ao andar, talvez o primeiro sintoma que percebemos é que o pet diminuirá suas atividades rotineiras, como correr, brincar ou pular. O quadro clínico irá piorar progressivamente, e quanto mais o tutor demorar para tratar o animal, mais risco o peludo vai correr em ter a sua mobilidade comprometida.

Tratamentos para a osteoartrite em cães

Anti-inflamatórios

Em alguns casos, o uso de anti-inflamatórios são de extrema importância para o tratamento da osteoartrite em cães. Os medicamentos geralmente são usadas quando o problema começa com a artrite ou quando a degeneração das articulações e cartilagem já é crônica. Apenas o médico veterinário poderá receitar o medicamento ideal para o tratamento do animal.

Mas é importante salientar que no geral, os medicamentos para a osteoartrite em cães, possui efeitos colaterais. Um dos efeitos mais graves é a formação de úlceras gastrointestinais que, devido à hemorragia interna que podem produzir, em alguns casos podem levar o cão à morte.

Por isso, é importante que o veterinário controle a administração do medicamento, que geralmente são inseridos em conjunto com protetores gástricos. Por isso, em alguns casos, a maioria dos tutores opta pela cirurgia.

Cirurgia para osteoartrite em cães

Algumas vezes a cirurgia poderia ser uma boa solução, é claro, apenas como um tratamento paliativo, já que a osteoartrite é irreversível e só poderia ser interrompida com a retirada da articulação, o que não é viável. Portanto, a cirurgia visa aliviar a dor, prevenir o aumento da degeneração e, em última instância, manter uma boa qualidade de vida para o cachorro. Essa é uma das maneiras de tratamento mais utilizadas e viáveis para ajudar os cães que apresentam o quadro.

Exercícios de fortalecimento

Essa forma de tratamento, na realidade, serve como um complemento para tratar o quadro nos cães. Logo, além de administrar os medicamentos para o problema, é igualmente importante que o bichinho pratique algumas exercícios específicos para fortalecer suas articulações.

É recomendado movimentos suficientes para evitar a atrofia dos músculos, mas que não seja em excesso. Várias caminhadas de cerca de 10 ou 15 minutos de duração por dia são essenciais. Se o seu cão está em estágio avançado da doença e tem dificuldade para andar, você pode optar por um arnês de apoio para cães, que ajuda o animal a se a apoiar e andar.

Como aliviar a dor causada pela osteoartrite em cães?

Além do tratamento farmacológico, ortopédico, do controle da dieta ou da prática de exercícios, o veterinário poderá recomendar que o cachorro faça também fisioterapia ou acupuntura. Deve ficar claro que eles também não curam a osteoartrite em cães, mas melhoram consideravelmente a qualidade de vida do animal, controlando a dor e facilitando a mobilidade. As vantagens dessas técnicas é que elas reduzem a dor sem produzir efeitos colaterais, ao contrário do que acontece com os anti-inflamatórios.

Dentro da fisioterapia para cães, várias propostas terapêuticas como massagens, termoterapia ou hidroterapia podem ser utilizadas. A acupuntura, por sua vez, baseia-se na estimulação de certos pontos do corpo por meio da picada de agulhas. Todas essas formas de tratamento têm se mostrado eficaz contra a dor causada pela osteoartrite em cães. Na grande parte das vezes, o cãozinho pode passar por uma ou duas sessões por semana. O veterinário vai orientar o melhor a ser feito em cada caso.

Se o seu cachorro apresentar sintomas de osteoartrite, é muito importante que você não ignore o problema e busque ajuda de um médico veterinário o mais rápido possível. O quadro gera dor e reduz consideravelmente a qualidade de vida do animal. Lembre-se que a saúde e o bem-estar do seu pet é sua responsabilidade. Boa sorte!

Comentários