10 curiosidades sobre o Cão de Crista Chinês

Separamos 10 curiosidades sobre o Cão de Crista Chinês. Surpreenda-se com essa raça diferente, muito amorosa e brincalhona.
Cão de Crista Chines

Geralmente os cães mais populares são os peludos, como o Golden Retriever. No entanto, existe uma grande parcela de pessoas que admiram os cães com pouquíssimos pelos pelo corpo.

Não existem muitos deles por aí e o mais famoso deles é o Cão de Crista Chinês. Um cãozinho hoje raro, mas que já foi extremamente popular e desejado no passado. 

Quase sem nenhum pelo no corpo e considerado um dos cães mais feios do mundo, o Cão de Crista Chinês é uma das raças mais brincalhonas e amigáveis com as crianças. Você sabia disso?

Além disso, existem diversas curiosidades incríveis ao seu respeito. Como por exemplo, esse cãozinho adora ser o centro das atenções e vai fazer o possível para ver a toda a família feliz. 

Mas para aqueles que não conhecem muito sobre a raça e estão curiosos para saber mais, nós separamos neste artigo as 10 principais curiosidades sobre o Cão de Crista Chinês. Para saber todas elas, acompanhe o texto até o final! 

10 curiosidades sobre o Cão de Crista Chinês 

1 – Uma das raças mais antigas do mundo

Os primeiros cães da raça foram criados durante a dinastia Han, que durou de 206 a.C. até 220 d.C. O cão de crista chinês eram os favoritos dos marinheiros durante o século 13, e foi por meio deles que a raça começou a se popularizar em outros países. Então, a partir do século seguinte, esse cãozinho foi levado para a Turquia, Egito e África do Sul. Apenas em 1800 essa raça começa a se tornar conhecida na Europa.

Em seguida, esse cãozinho começou a ficar famoso por todo o mundo e os seus criadores e admiradores existem até hoje. Mesmo não sendo tão popular quanto era antigamente, existem diversos deles pelo mundo até os dias atuais, principalmente na China e Europa.

2 – Eles eram cães de grande porte 

Quem vê um cãozinho tão pequeno, não consegue imaginar que algum dia ele já foi considerado um animal de grande porte pelos chineses. Mas eles realmente eram grandes, inclusive eram responsáveis por cuidar do pasto e até mesmo caçar.

No entanto, após o século 18 esse cãozinho começou a passar por diversos cruzamentos, até ficarem pequenos e magros, se tornando o padrão que conhecemos hoje. Isso ocorreu, pois alguns criadores acharam melhor o cão em um tamanho menor.

3  – O motivo dele não ter pelos 

Após ser reconhecida em 1991 como uma raça oficial pelo American Kennel Club (AKC), o cão de crista chinês começou a se tornar um dos pets queridinhos nos Estados Unidos. Com isso, muitos cientistas começaram a tentar encontrar uma explicação para a falta de pelos no cãozinho. Tentaram atribuir a ausência de pelos à temperatura. No entanto, a justificativa mais aceita são as mutações genéticas nas quais esse cãozinho passou ao longo do tempo.

4 – Já foi a raça mais cara do mundo

Após ficar popular nos Estados Unidos, esse cãozinho se tornou a raça mais cara do país. O motivo para que ele fosse tão valioso é que o cão de crista chinês costumava ganhar todas as competições caninas como o “cão mais feio”. Logo, o pet era tido como um pequeno investimento, pois os tutores conseguiam recuperar todo o valor dele após as vitórias nas competições.

5 – Eles são cheirosos

O Cão de Crista Chinês é um dos exemplos que nos fazem ter em mente que não devemos julgar pela aparência. Diferente da maioria dos cães, o Cão de Crista Chinês não apresenta mau cheiro mesmo quando estão sujos. A ausência do mau odor ocorre pela ausência dos pelos. Mas mesmo assim eles precisam de banhos pelo menos uma vez ao mês. E o shampoo deste cãozinho deve ser de alta qualidade para manter a oleosidade natural da pele dele.

6 – São cães muito saudáveis

O cão de crista chinês é um cãozinho bastante ativo e saudável. Esse pet pode chegar a viver longos anos ao lado da família. Mas para que ele permaneça assim, o tutor deve manter uma rotina de exercícios moderados e cuidar bem da alimentação. Além disso, o cuidado com a pele dele deve ser sempre redobrado, pois ele pode apresentar alguns problemas, como acnes. 

7 – Dócil e se dá bem com todos

O cão de crista chinês tem muita energia e tem uma personalidade brincalhona, dócil e amorosa, logo, ele vai se dar muito bem com as crianças. Além disso, ele vai criar um forte laço com a família e se tornar muito apegado a todos, por esse motivo ele não pode ficar muitas horas sozinho. 

Sendo assim, ter um cãozinho como esse não requer apenas os cuidados físicos. É muito importante que você tenha tempo para se dedicar a ele com passeios e outras atividades físicas.

8 – Eles podem também nascer com pelos 

Existe uma variação peluda para esta mesma raça, mas eles são muito raros e por isso são tão pouco conhecidos. Acontece que essa variação é o chamamos de gene recessivo, sendo assim, numa ninhada podem aparecer tanto o sem pelos como o com pelos, mas não é tão fácil ver a versão com pelos por aí.

Além disso, essa versão peluda pode ser extremamente cara, ou seja, quase o triplo do preço de um Cão de Crista Chinês comum e sem nenhum pelo.

9 – Um pouco barulhento

O Cão de Crista Chinês é um mini cão de guarda, pois essa característica faz parte da sua genética, então não espere que ele seja um animal silencioso. Eles podem latir todas as vezes que detectarem qualquer tipo de ameaça. Assim, a raça não é indicada para pessoas que gostam de animais mais quietos e que vivem em apartamentos.

10 – Famoso nos cinemas 

O cão de crista chinês levou sua popularidade também para o cinema, esse cãozinho já apareceu como o personagem “Flufy” no filme “102 Dálmatas”. Mas a sua participação mais conhecida foi no filme “No Pique de Nova York”, como o cãozinho “Renaldo”.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *