Consulta ao médico veterinário: como deixar o cachorro tranquilo?

É comum que o seu cachorro fique agitado ou com medo de ir ao médico veterinário. Por isso, veja o que fazer para deixá-lo mais tranquilo
Cachorro sendo examinado pelo médico

A ida ao médico veterinário pode ser bastante tranquila para muitos cãezinhos. Mas em contrapartida, alguns peludos ficam com muito medo e assustados na hora da consulta com um profissional. O medo do veterinário está entre os maiores medos e fobias dos cachorros e pode ser causado por diversos motivos, logo, o tutor deve ser paciente e compreensível com o animal.

É importante que você tenha em mente que o cachorro está em um ambiente estranho e com vários desconhecidos. Além disso, os cães têm um olfato bastante preciso, por isso, vão sentir o cheiro de outros animais, o que pode deixa-lo assustado e até mesmo irritado em alguns casos. Por isso é muito importante que você siga alguns passos para que o seu pet entenda que a ida ao veterinário não é tão ruim assim.

Nós sabemos que as consultas rotineiras com o médico veterinário são muito importantes para manter a saúde do seu cachorro em dia. Afinal, é por lá que você realiza exames, dá as vacinas, vermífugos e muitos outros cuidados.

Por isso, neste artigo nós vamos te dar algumas dicas para ajudar você a reduzir o medo da ida ao veterinário do seu cachorro. Assim, tudo ficará mais fácil para você e também para o pet. Acompanhe!

O medo do médico veterinário é algo comum

Por mais que existam cães que fiquem bastante tranquilos durante as consultas e procedimentos com o médico veterinário, eles são minoria. Se o seu cãozinho não tem medo, considere-se privilegiado. Infelizmente grande parte dos animais se sente incomodado e até mesmo acuado em um ambiente diferente e com pessoas que ele não conhece. Se o seu cachorro é assim, tenha cuidado durante todo o momento em que o pet estiver na clínica veterinária.

O cuidado com o animal é importante, pois provavelmente ele vai se recusar a ter contato com as pessoas estranhas. Logo, ele pode ficar acuado ou reagir de maneira violenta e você deve estar preparado para todos os tipos de reações inesperadas que o cãozinho possa ter. Por mais que você conheça bem o seu cachorro, em uma situação de medo ele pode demonstrar um comportamento completamente diferente do habitual. Esteja atento as ações do pet para evitar acidentes.

O que posso fazer para deixar meu animal mais tranquilo durante a consulta?

O processo não vai ser da noite para o dia, pode levar algum tempo. Logo, é muito importante que você tenha paciência e saiba respeitar o tempo e evolução do seu cãozinho. Se o seu cachorro ainda é filhote, o processo pode ser mais fácil, pois ele está em uma fase de aprendizado aonde tudo é novo. Por isso, é de suma importância que você mostre a ele que as consultas com o médico veterinário fazem parte da rotina.

No entanto, com os cães adultos o processo tende a ser mais difícil e lento, mas não é impossível. O animal já na fase adulta tende a ficar estressado e com medo em locais estranhos. Então tenha calma e procure mostrar a ele que está tudo bem e que aquele momento é para o bem dele. Durante toda a consulta converse com ele, faça carinho e mostre que está com ele. Veja mais algumas dicas:

Procure ficar calmo

Os animais tendem a sentir quando o tutor não está bem. Então se você ficar nervoso ou impaciente durante a consulta com o veterinário, o cãozinho vai entender que tem algo errado e pode ficar com mais medo. Para passar segurança e confiança para o seu pet, procure ficar calmo e transmita a tranquilidade para o seu bichinho.

Para fazer isso, basta conversar com ele, fazer carinho e sempre repetir que está tudo bem e que vai ser rápido. O animal precisa processar que aquele momento é para o bem dele.

Fique atento aos outros animais

Na chegada a clínica veterinária é muito comum que tenham outros animais presentes. Por isso, se você perceber que o seu cachorro está estressado ou irritado com a presença dos outros pets, afaste-o imediatamente. Uma solução é você ficar com ele longe e pedir para que alguém da clínica sinalize quando chegar a vez do seu cãozinho. Alguns animais tendem a não reagir bem com outros bichos e odores. Esteja preparado para afastá-lo caso necessário.

As idas ao médico veterinário precisam ser um hábito

Para que você consiga fazer com que o seu cachorro fique tranquilo nas consultas, é necessário que elas façam parte da rotina dele. Ao levar o seu pet ao veterinário com frequência, você vai estar cuidando da saúde dele e fazendo com que ele entenda aos poucos que aquele ambiente é familiar.

Além disso, aos poucos ele pode se acostumar com a presença de pessoas e animais estranhos. Quando você leva o animal ao médico veterinário apenas em situações mais graves e sérias, o cachorro acaba associando aquele momento a algo ruim. Esteja atento!

Leve os brinquedos do pet para a consulta

Caso a consulta ou procedimento se estenda muito, o cachorro pode facilmente ficar estressado e com tédio. Logo, os brinquedos favoritos dele podem ser uma boa alternativa durante a espera para a consulta. O objeto vai entretê-lo, além de fazer com que ele esqueça da presença de pessoas estranhas e dos outros animais.

Mas lembre-se, leve apenas um objeto e quando chegar em casa, lembre-se de higienizar bem aquele brinquedo. A clínica veterinária recebe muitos animais doentes, logo, é preciso ter o máximo de cuidado.

Adestre o seu cachorro

O adestramento traz diversos benefícios para a saúde física e mental do cãozinho. Além dele não se tornar antissocial com pessoas e animais estranhos, o método ajuda com que ele se comporte e obedeça aos seus comandos com mais facilidade. Acredite é muito mais fácil lidar com um animal adestrado.

Contrate um profissional e invista no adestramento. Os benefícios irão além das consultas com o médico veterinário. Boa sorte!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *