Cachorro comendo cocô: é normal? Como resolver?

Cachorro comendo cocô: é normal? Como resolver?

Seu cachorro está comendo cocô? Entenda por que cachorro come cocô, os principais motivos que levam a essa prática e como evitar a coprofagia canina.
Cachorro comendo cocô

Nenhum dono gosta de ver o seu cachorro comendo cocô. O hábito, além de bastante desagradável para os nossos olhares, nos deixa preocupados com a saúde dos nossos pets. Mas será que comer as próprias fezes ou as de outros animais oferece riscos à saúde dos cães? Será que esse hábito significa que algo não vai bem com os nossos amigos peludos?

Neste artigo, nós vamos procurar resolver todas as suas dúvidas sobre a ingestão de fezes pelos cães. Você vai entender por que o seu cachorro faz isso e também terá acesso a dicas preciosas para fazer o seu cachorro parar de comer cocô. Boa leitura!

Por que os cães comem cocô?

A prática de comer cocô, que também pode ser chamada de coprofagia, é comum a todos os cães e é praticada por eles há muito tempo (talvez desde o surgimento da espécie). Não há muito consenso em por que os cães fazem isso, mas o mais provável é que a prática fosse muito útil antigamente, quando os cães viviam em bandos no meio selvagem.

Comer as próprias fezes garantia que os espaços onde o grupo vivia se mantivessem mais limpos, livres de germes e parasitas intestinais.

O hábito de comer fezes é muito observado hoje em dia entre as fêmeas com filhotes, e elas fazem isso por um motivo parecido com o que descrevemos acima: para manter o ambiente em que os filhotes vivem livre de germes e parasitas. Os filhotes, por sua vez, acabam adquirindo o hábito, que costuma desaparecer por volta dos nove meses de idade. Os pequeninos também fazem isso pela simples vontade de conhecer o mundo e de provar tudo que está nele.

Por que os cães adultos comem cocô?

Essa talvez seja a pergunta certa a ser feita. Como vimos, a coprofagia é um hábito bastante comum nos cães filhotes. Porém, se a prática é observada entre os cães adultos, um sinal de alerta deve ser ligado. Especialmente porque, na maioria das vezes, os cães comem as fezes de outros animais, entrando em contato, dessa forma, com os germes e parasitas que não estão no seu próprio organismo.

Reunimos a seguir as principais razões para um cachorro adulto comer fezes.

Deficiência nutricional

Entre as principais razões para um cachorro comer fezes está a deficiência em um ou mais nutrientes. Ela pode ser causada por uma dieta mal planejada, ração de baixa qualidade ou mesmo pouco fornecimento de ração. A deficiência nutricional pode, ainda, estar ligada a problemas de saúde que impedem que o cão absorva adequadamente os nutrientes que consome.

Parasitas

Essa causa na verdade está ligada com o que dissemos acima, mas merece ser destacada aqui. É bastante comum que cães com parasitas desenvolvam o hábito de comer fezes. Como os parasitas se aproveitam de muitos dos nutrientes que os cães consomem, os pets acabam procurando obter mais nutrientes das fezes.

Doenças que aumentam apetite

Algumas doenças acabam aumentando o apetite dos cães, como é o caso do diabetes, do hipertireoidismo e de alguns problemas emocionais, dos quais falaremos a seguir. Também é possível que o consumo de algumas drogas, como esteroides, aumente o apetite dos cães.

Problemas emocionais

Entre os problemas emocionais que podem levar os cães a comer as próprias fezes estão a depressão, o estresse e a ansiedade. Cães que se sentem oprimidos por um dono agressivo podem se alimentar das próprias fezes, na tentativa de se livrar de algo que possa desagradar ao dono. Infelizmente, a prática pode levar a mais repreensões por parte do dono, o que gera um ciclo vicioso.

Para chamar atenção

É também comum que cães carentes ou solitários comam as próprias fezes justamente para chamar a atenção dos seus donos.

Comida associada a fezes

Se o seu cachorro se alimenta próximo de fezes, é possível que ele confunda o odor das duas coisas e associe o cheiro das fezes com o cheiro de comida.

Por isso, o melhor a se fazer é separar o local em que o seu peludo come do local em que ele faz as suas necessidades.

Convivência com cães mais velhos ou doentes

Isso também pode estar ligado a um comportamento bem antigo dos cães. É possível que eles queiram se alimentar das fezes de cães mais velhos ou doentes na tentativa de protegê-los de outros animais.

Como fazer o seu cachorro parar de comer cocô

Agora que você já sabe por que os cães comem fezes, é mais fácil entender o que pode ser feito para evitar o hábito. Em primeiro lugar, é bom consultar um veterinário, que poderá te orientar sobre o problema e as soluções.

Como você poderá ver a seguir, as medidas para tratar a coprofagia em cães estão ligadas, basicamente, à dieta e à saúde emocional do seu pet.

Mudanças na dieta

As medidas mais efetivas para tratar a coprofagia estão relacionadas a mudanças na dieta. O veterinário poderá indicar a suplementação de um ou mais nutrientes que estejam faltando na alimentação do seu cão, especialmente vitamina B, cuja carência costuma associada ao ato de comer cocô.

É possível que o veterinário também recomende a ingestão de probióticos ou de complexos enzimáticos, que melhoram a absorção de nutrientes pelos cães.

Produtos que causam aversão às fezes

Há no mercado diversas opções de rações ou suplementos que prometem fazer com que o seu cão passe a ter aversão às próprias fezes e pare de comê-las. Esses produtos contêm substâncias como extrato de yucca, glutamato monossódico e extrato de camomila, que têm eficácia variável no tratamento da coprofagia.

Mantenha o cocô bem longe

Uma boa maneira de evitar que o seu cachorro coma fezes é evitar que ele tenha contato com elas. Não demore a eliminar as fezes que o seu cão produz e, se você tiver outros animais na casa, como gatos, também se livre das fezes deles assim que eles as produzirem.

Recolha as fezes do seu cachorro para evitar que ele as coma

Durante os passeios, também se certifique que o seu cachorro não vá comer as próprias fezes ou as de outros cachorros que ele encontrar pela rua.

Ensine o seu cão a não comer cocô

O treinamento pode ser bastante eficiente em fazer o seu cachorro parar de comer cocô. Lembre-se de que, como dissemos acima, brigar com o seu cachorro pode até fazer o problema piorar. Procurar ensinar comandos como “não!” e “vem” e utilizá-los assim que o seu cachorro defecar ou quando você perceber que ele está prestes a comer o cocô.

Outro método simples e muito produtivo é dar petiscos para o seu cão depois que ele fizer cocô. Desse modo, ele vai associar o ato de defecar a algo bem mais delicioso que as próprias fezes.

Paciência sempre

Esperamos ter te ajudado com as nossas dicas. Lembre-se de que comer cocô é um hábito mais ou menos comum entre os cães, logo, se o seu pet estiver fazendo isso, você não deve encarar como o fim do mundo. Normalmente, a coprofagia está ligada a problemas de nutrição e problemas emocionais, que não são muito difíceis de serem resolvidos.

Por fim, lembre-se de sempre ter paciência com o seu cachorro. Saiba que ele não está comendo cocô simplesmente para te irritar e que brigar com ele pode até piorar o problema.

Gostou? Compartilhe com os seus amigos e deixe-os entender mais sobre por que os cachorros comem cocô e como evitar esse comportamento.