Vacina v10: o que é e quais doenças ela previne o cão?

A vacina v10 pode imunizar os cães de até 7 doenças. Saiba quais são elas e entenda tudo sobre essa vacina para os pets
Cão sendo vacinado

Prevenir o pet de uma série de doenças é uma das maiores preocupações dos tutores, pois assim como os humanos precisam de uma série de vacinas para se protegerem, com os cães não é muito diferente. E com os avanços da ciência, existe hoje um tipo de vacina que pode proteger o animal de diferentes doenças, como a V10.

Por ser uma vacina ainda considerada relativamente recente, muitos tutores ainda têm dúvidas em relação à sua eficácia e também sobre quais doenças ela tem a capacidade de prevenir. Por isso, se você ainda tem dúvidas sobre ela, acompanhe este artigo até o final.

O que é a vacina V10?

A V10, também conhecida como décupla, é uma das principais aliadas quando o assunto é imunização dos cães. Essa vacina é responsável por prevenir cerca de sete doenças graves. Como o nome é V10, muitas pessoas tendem a achar que ela pode prevenir 10 doença, mas na realidade, ela leva esse nome, pois contém cerca de 10 antígenos vacinais de 10 vírus distintos em sua composição.

O grande diferencial e até mesmo vantagem da V10 é a possibilidade que ela oferece em preservar ao máximo a saúde e também segurança do seu cachorro. Além disso, ela pode dar ao animal mais conforto, pois ao invés dele precisar levar 7 vacinas para se proteger, ele pode tomar apenas a vacina V10 e ter a proteção completa. Pode ter certeza que o seu cãozinho agradece por isso.

Quais doenças caninas a V10 previne?

Leptospirose

Essa é uma das doenças mais graves, pois além de atingir os cães, ela também afeta os humanos. Infelizmente, existem ainda hoje no Brasil muitos casos de óbito de cães e pessoas por conta da Leptospirose. A doença causa diarreia, vômito, emagrecimento excessivo e urina escura.  Ela ainda ataca o fígado e os rins, podendo fazer com que esses órgãos parem por completo, levando o animal a óbito. 

Cinomose

A cinomose é uma doença grave que pode deixar sequelas irreversíveis nos cães. Ela é uma doença infectocontagiosa causada por um vírus e pode causar vômito, diarreia e convulsões. Além disso, a cinomose pode afetar o sistema neurológico no animal, causando tiques e espasmos que não têm cura.

Hepatite Infecciosa Canina 

Essa doença é causada pelo adenovírus canino tipo 1. A hepatite nos cães pode ser transmitida pela saliva e mucosa nasal do cãozinho e conta com sintomas como vômito, diarreia, aspecto amarelado na pele, na mucosa da boca e nos olhos.

Coronavirose

Muito se fala hoje sobre o novo coronavírus, pois a doença já matou milhares de pessoas por todo o mundo. E na realidade, um dos vírus da família do coronavírus já afetava os cães durante longos anos, logo, para a prevenção coronavirose canina a V10 é extremamente efetiva.

Parvovirose

Causada por um vírus muito resistente chamado parvovírus canino, a parvovirose é muito perigosa para os filhotes. A doença causa sintomas como crises de diarreia e vômito intenso, às vezes com perda de sangue. Além disso, a parvovirose destrói a camada interna do intestino e faz com que os animais sofram desidratação.  

Parainfluenza

Altamente contagiosa, essa doença pode fazer com que o cãozinho desenvolva problemas respiratórios graves. Em filhotes, a doença é tão perigosa que pode levar facilmente o animal a óbito. 

Adenovirose

Essa doença é causada pelo adenovírus tipo 1, responsável por provocar um quadro de hepatite infecciosa no cachorro. Já a enfermidade gerada pelo vírus do tipo 2 costuma causar infecções respiratórias no animal.  A V10 é capaz de proteger o pet de ambas as adenoviroses.

Quando o cachorro pode tomar a vacina V10?

A vacina V10 pode ser aplicada nos cães quando eles ainda são filhotes, a partir dos 45 dias de vida. O pet deve tomar cerca de 3 ou 4 doses com o intervalo médio de 21 a 30 dias. Depois disso, a vacina V10 deve ser aplicada uma vez por ano, para os animais adultos. É muito importante que o tutor não demore muito para dar a primeira dose da V10 para o animal, pois como vimos, a maioria das doenças podem afetar de maneira irreversível os filhotinhos.

A vacina v10 tem efeitos colaterais nos cães?

A competência imunológica do cachorro pode influenciar muito quando o assunto é a resposta à vacinação. Os efeitos colaterais não são muito comuns, mas podem se manifestar. Os mais frequentes são: febre, inchaço na região da aplicação e sensação de desânimo. Mas não se desespere se o animal sentir dor no local durante 48 horas. Além disso, ardência, sede excessiva (polidipsia) e letargia também são muito comuns de ocorrer. Não se preocupe.

No entanto, se o animal continuar apresentando reações por mais de 48h, leve-o imediatamente ao médico veterinário, pois ele pode apresentar até mesmo uma reação alérgica à vacina V10. Casos de alergia são bastante raros e isolados quando o assunto é a vacina. Porém, todo o cuidado é necessário. Boa sorte!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *