Tapete higiênico para cachorro: saiba o que é e as indicações de uso

Entenda o que é, os benefícios e quais indicações de uso do tapete higiênico para cachorro. Veja também dicas para acostumar o pet a usá-lo
jack russell terrier papel higiênico

A utilização de tapetes higiênicos para cachorro ainda é um pouco recente. Muitos tutores ainda optam pelos meios tradicionais, como jornais, deixar que ele faça as necessidades no chão do quintal e depois higienizar ou até mesmo utilizar saquinhos para recolher a sujeira dos peludos na rua. Contudo, esses tapetes são uma alternativa mais fácil, rápida e, claro, higiênica.

Nesse artigo, trouxemos alguns dos benefícios do tapete higiênico e dicas de como os tutores podem utilizá-lo em casa. E para aqueles que acham impossível que seus cães adotem essa opção, calma, nós trouxemos dicas também. Confira!

O que é o tapete higiênico e quais os benefícios?

O tapete higiênico canino é utilizado para que o cão urine e defeque. Esse tapete absorve o xixi, evitando o mau cheiro característico de quando os cães urinam no chão ou em outras superfícies, como jornais. Essa absorção também impede que o pet molhe as patas, mantendo ele limpinho.

Existem os modelos descartáveis e laváveis. O primeiro tipo é o mais recomendado para o cão que ainda está se adaptando a esse novo produto, mas os laváveis podem ser adquiridos depois de um tempo, principalmente para os tutores que visam a economia e uma alternativa mais ecologicamente sustentável.

O tapete higiênico traz, ainda, muita praticidade para os tutores, pois evita sujeira e bagunça. Para quem vive em casas sem quintal ou não têm disponibilidade para levar o cão várias vezes ao dia na rua, é uma ótima alternativa.

Quando trocar o tapete higiênico do cachorro?

O tapete higiênico descartável e o lavável devem ser trocados diariamente, pois, após dois dias, a urina já irá causar incômodo tanto ao pet, quanto ao tutor. O tapete descartável só precisa ser removido e substituído por um novo, mas o lavável demanda um cuidado especial.

Na hora de lavar o tapete, é aconselhado utilizar produtos bactericidas e deixá-lo de molho por algum tempo, para garantir a remoção não só do odor, como de germes. O tutor também pode observar as necessidades do cão e do ambiente e estabelecer uma frequência própria.

Qual tapete higiênico para cachorro escolher?

Na hora de escolher o tapete higiênico do pet, o tutor deve considerar alguns detalhes, como:

  • optar pelo descartável ou lavável;
  • saber qual é o porte do cão, pois quanto maior o animal, maior o tapete;
  • quantos são necessários de acordo com a demanda de cada cão, cada pacote tem, em média, 30 unidades.

Por fim, o tutor deve estar ciente de que, assim como acontece com a ração, é o cão que escolhe o próprio tapete higiênico. Se o pet não está se adaptando à uma marca, o tutor pode tentar uma nova. Mas caso o processo esteja funcionando bem, não é necessário se preocupar em variar.

Como ensinar o cão a usar o tapete higiênico?

lulu da pomerânia fazendo xixi

O adestramento será uma ferramenta importante na hora de apresentar o tapete higiênico ao cão. É natural que os filhotes façam suas necessidades nos lugares errados algumas vezes antes de aprender, e os cães adultos também podem encontrar certa dificuldade em desenvolver um novo hábito. P

or isso, o tutor deve ter muita paciência e se preparar para limpar algumas bagunças no começo, mas basta incentivar o peludo e recompensá-lo sempre que ele fizer no lugar certo. Além disso, as broncas são uma forma do cachorro associar o tapete à punição, então elas não devem acontecer.

O tutor também pode contar com produtos que facilitem o entendimento do cão, como os educadores sanitários caninos. Existem os atrativos, que, através do odor, mostram ao cão que aquele lugar é adequado para fazer as necessidades. E também os repelentes, que por outro lado, afastam o cão do ambiente, deixando claro que aquela área é proibida pra isso.

Apesar de muito higiênico, o tapete não deve ser deixado em qualquer lugar da casa. Para a higiene dos pets, o tutor não deve deixar perto de onde o cão dorme nem onde se alimenta. Seguindo a mesma regra para os moradores, evitando quatros e cozinhas.

As melhores opções para alocar o tapete são quintais ou varandas, áreas de serviço ou até mesmo no banheiro, desde que sejam locais em que o cão tenha livre acesso. Não se esqueça de manter o tapete sempre no mesmo cômodo e de posicioná-lo de acordo com o sexo do animal. Para os machos, o tapete deve estar posicionado na parede e no chão.

Alguns cães levam muito a sério quando o assunto é marcar território. Por isso, o tutor deve considerar o tamanho do tapete higiênico, dando muitos espaços para serem marcados. E, em caso do cachorro passar algum tempo sozinho, pode ser colocado mais de um tapete no ambiente. Uma dica extra para cães rebeldes é fixar o tapete no chão. Assim, ele não conseguirá puxar e ficará claro que ali é o lugar correto desse novo objeto desconhecido.

Comentários