Sangue nas fezes do cachorro: o que pode ser e o que fazer?

Sangue nas fezes do cachorro geralmente indica que algo não vai bem. Saiba o que pode ser e como evitar o quadro
cachorro fazendo coco na grama

O fato do pet estar com algum tipo de sangramento é sempre motivo de preocupação e também deve significar uma consulta urgente com o médico veterinário.

Na maioria das vezes, o sangue aponta que algo não anda bem com a saúde do animal e no caso das fezes, requer bastante atenção e também cuidado. O sangue nas fezes pode ser causado por uma série de fatores, desde a ingestão de algo perigoso – como ossos de galinha – ou até mesmo a presença de parasitas no organismo.

Veremos neste texto quais são as causas mais comuns que levam o animal a fazer fezes com sangue. Sabendo disso, o tutor poderá socorrer o pet mais rapidamente e até mesmo prevenir o problema no futuro.

No entanto, é muito importante sempre contar com a ajuda de um profissional para tratar ao quadro. Remédios caseiros e outros tipos de tratamento em casa não são recomendados. Vamos lá!

Causas de sangue nas fezes do cachorro

Existem várias causas que podem estar por trás do aparecimento de fezes com sangue. As razões podem ser mais brandas, como alguma doença inflamatória, e outras de maior gravidade, como envenenamento e hemorragia.

O sangue pode estar presente com a diarreia ou com as fezes normais e independente do estado, devemos estar sempre atentos. No caso da diarreia com sangue, ela pode ocorrer de forma aguda ou crônica, por várias semanas e até meses de forma intermitente. Esse sangue pode aparecer fresco, se o problema for no intestino grosso, ou digerido e mais escuro, se o problema for no intestino delgado.

Na grande maioria dos casos, o sangue nas fezes significa um distúrbio gastrointestinal. Em geral, as fezes com sangue podem ser devido a:

  • Parasitas intestinais;
  • Infecções virais entéricas, como parvovírus;
  • Colite;
  • Envenenamentos;
  • Doenças inflamatórias intestinais;
  • Variações na dieta ou intolerâncias alimentares;
  • Hemorragia de corpo estranho.

Alguns quadros são mais complexos e difíceis de serem tratados, logo, explicamos um pouco melhor sobre eles abaixo. Confira:

Enterite infecciosa

Os cães mais jovens, especialmente os que ainda não foram vacinados, são os que mais correm o risco de contrair uma enterite infecciosa aguda muito temida: o parvovírus.

Esta doença viral é caracterizada por causar vômitos, fezes com sangue, cárie, apatia, etc. Além disso, geralmente há febre e a perda de fluidos tão intensa causa desidratação no filhote.

O tratamento será sintomático e de suporte, pois o sistema imunológico consegue controlar o vírus. No entanto, a mortalidade é alta e a vacinação contra a doença é considerada essencial e obrigatória.

Parvovírus

Em cachorros, a maior parte da diarreia com sangue é devido ao parvovírus. No entanto, existem parasitas intestinais, como Giardia sp, que ocasionalmente causam diarreia com sangue.

Uma dieta de qualidade, um ambiente controlado juntamente com vermifugação e vacinações regulares, irão reduzir o risco do quadro do animal.

Outra causa bastante comum é quando o animal come algo que pode machucar o seu organismo, como um osso de galinha ou até mesmo algum objeto. Independente da causa, o animal deverá ser levado ao veterinário e nenhum diagnostico ou tratamento deve ser feito pelo tutor em casa, pois a situação pode piorar.

Colite

A colite, como o nome sugere, é a inflamação do cólon. Existem várias causas de colite, como doenças inflamatórias do intestino, alguns parasitas, alimentos que não fazem parte da dieta saudável, corpos estranhos e outros. Normalmente está associada à diarreia com sangue fresco, uma vez que estas causas predispõem a inflamação do cólon, causando a proliferação de bactérias como o Clostridium, gases e com ela a excreção de sangue.

O que fazer?

Homem limpando cocô de cachorro com sacola plástica

O primeiro de tudo, é sempre manter as vacinas e vermífugos do cãozinho em dia para evitar os parasitas intestinais, que são grandes responsáveis pelo aparecimento de sangue nas fezes.

Além disso, é sempre importante ficar de olho naquilo que o cachorro anda comendo ou até mesmo roendo. Ossos e outros tipos de objetos podem perfurar órgãos e machucar a parede intestinal, causando problemas muito sérios, além do sangue nas fezes.

Cuidar do bem-estar do cãozinho é uma das principais maneiras de evitar o sangue nas fezes. E lembre-se! Jamais tente tratar o quadro em casa, busque a ajuda de um profissional de confiança.

Comentários