Ração Royal Canin Skin Care é boa? Veja avaliação completa em Setembro de 2021

Veja a avaliação completa sobre a ração Royal Canin Skin Care indicada para cães com problemas de pele. Atualizado em Setembro de 2021.

Os tutores de cães sabem que os pets que sofrem de doenças e irritações na pele precisam de cuidados específicos, e que a alimentação pode influenciar muito nesse aspecto. Para isso, existem rações como a Royal Canin Veterinary Skin Care, específicas para esses cuidados. Mas será que ela é uma boa ração?

Preparamos uma análise completa sobre a Royal Canin Veterinary Skin Care, destacando seus principais ingredientes, levantando seus principais pontos e definindo de vez se essa é uma boa ração. Confira!

Sobre a Royal Canin Skin Care

A Royal Canin Skin Care é uma ração do tipo Super Premium, o que significa que possui o nível mais alto de qualidade. Além disso, é considerada medicamentosa, ou seja, foi desenvolvida para servir de suplemento para o tratamento de doenças, e por isso só deve ser servida aos cães sob prescrição veterinária.

O objetivo da ração é oferecer uma dieta equilibrada para cães com dermatoses, atopia e queda de pelo, proporcionando suporte à saúde da pele e cuidados com os pelos. A Royal Canin Skin Care conta com um complexo de antioxidantes que neutralizam os radicais livres.

Esta ração possui uma embalagem para cães filhotes e fornece nutrientes adequados para cães dessa idade.

Quais os ingredientes presentes nesta ração?

Os primeiros ingredientes da Royal Canin Skin Care são boas fontes de carboidratos, como quirera de arroz, glúten de trigo, milho integral moído, farinha de mandioca e farelo de glúten de milho.

A proteína que pode ser encontrada é a proteína isolada de soja, ou seja, de origem vegetal. Além disso, sua composição também conta com gordura suína e gordura de frango que são boas fontes de gordura. Também é possível encontrar levedura seca de cervejaria e linhaça integral moída.

Ingredientes

Quirera de arroz, gluten de trigo , milho integral moído*, farinha de mandioca, glúten de milho*, gordura suina, gordura de frango, polpa de chicória seca, óleo de soja refinado*, óleo de peixe refinado, fosfato monocálcico, sulfato de cálcio, cloreto de potássio, linhaça integral moida, cloreto de sódio (sal comum), zeolita, fruto – oligossacarídeos, tripolifosfato de sódio, óleo de borragem, carbonato de cálcio, extrato de marigold, cloreto de colina, vitaminas (E, C, A, D3, B1, B2, B6, B12, PP), ácido pantotênico, biotina, ácido folico, inositol, sulfato de ferro, sulfato de cobre, oxido de manganês, oxido de zinco, sorbato de potássio, iodato de calcio, levedura seca de cervejaria, levedura enriquecida com selênio, cobre aminoácido quelato, manganês aminoácido quelato, zinco aminoácido quelato, L- lisina, taurina, tirosina, palatabilizante à base de fígado de frango, antioxidante (BHA). * milho integral moído e glúten de milho geneticamente modificados por Bacillus thuringiensis, Streptomyces viridochromogenes, Agrobacterium tumefaciens, Zea mays; óleo de soja refinado produzidos a partir de soja geneticamente modificada por Agrobacterium tumefaciens, Arabidopsis thaliana, Streptomyces viridochromogenes, Bacillus thuringiensis.

A Royal Canin Skin Care contém óleo de soja refinado e óleo de peixe refinado, este que é fonte de ômegas 3 e 6, importantes para os cuidados com pelos e pele. A biotina também é um componente que age na manutenção dos pelos.

Outros ingredientes que podem ser encontrados são prebióticos, casca de ervilha e polpa de beterraba, que agem no equilíbrio intestinal e na redução das fezes, além do óleo de borragem, que também age nos cuidados com os pelos.

Quantidade de ração Royal Canin Skin Care

De acordo com o fabricante, esta deve ser a quantidade de ração de acordo com as características do cachorro:

Peso Magro Peso ideal Sobrepeso
2 kg 240 g 45 g 55 g
3 kg 355 g 65 g 70 g
4 kg 465 g 80 g 90 g
5 kg 580 g 90 g 105 g
6 kg 690 g 105 g 120 g
7 kg 105 g 120 g 135 g
8 kg 115 g 130 g 150 g
9 kg 125 g 145 g 165 g
10 kg 135 g 155 g 175 g

Perguntas frequentes sobre a ração

A Royal Canin Veterinary Skin Care contém transgênicos?

Sim, a ração contém ingredientes transgênicos derivados do milho e da soja.

A Royal Canin Veterinary Skin Care contém aditivos químicos?

Sim, há presença de antioxidante BHA em sua composição.

Quais as rações disponíveis na linha?

  • Skin Care Adult Small Dog
  • Skin Care Junior Small Dog

Pontos positivos da ração

Possui qualidade Super Premium

A Royal Canin Skin Care é classificada como Super Premium, o que indica que seu nível de qualidade é o mais elevado do mercado atualmente. Por isso, é possível afirmar que seus ingredientes são mesmo de qualidade e que essa é uma ração bem recomendada.

Componentes essenciais para o cuidado com a pele e pelos

A composição da Royal Canin Veterinary Skin Care conta com diversos ingredientes importantes para os cuidados com pelos e pele, cumprindo, assim, com seu principal objetivo. Entre eles, estão o óleo de peixe e de borragem, que são fontes de ômegas 3 e 6, além da biotina.

Pontos negativos da ração

Possui transgênicos

A Royal Canin Skin Care contém transgênicos em sua fórmula, o que não é bem recomendado. Porém, é importante saber que não existem estudos que comprovem que os ingredientes transgênicos presentes nas rações caninas são prejudiciais para a saúde.

Possui antioxidantes sintéticos

O mais indicado é que as rações caninas sejam conservadas com antioxidantes naturais, pois, dessa forma, ajudam na manutenção da boa saúde e longevidade. Contudo, a Royal Canin Veterinary Skin Care utiliza antioxidantes sintéticos, o que pode ser ruim para a saúde dos cães.

A ração Royal Canin Skin Care realmente é boa?

Sim, a Royal Canin Skin Care é uma boa ração. Ela cumpre com seu principal objetivo e supre as necessidades dos cães com problemas de pele, já que conta com diversos ingredientes que exercem essa função. É possível encontrar ingredientes de qualidade como proteínas, carboidratos e ômegas 3 e 6.

Porém, é importante saber que a ração contém ingredientes transgênicos e antioxidantes sintéticos, que podem ser prejudiciais para a saúde dos cães.

Comentários