Ração Royal Canin Cardiac é boa? Veja avaliação completa em Novembro de 2021

Procurando uma boa ração para seu cachorro? Veja a avaliação completa sobre a ração Royal Canin Cardiac. Atualizado em Novembro de 2021.

A Royal Canin é uma marca de rações bastante popular entre os tutores de cães. Ela possui diversas linhas, incluindo as veterinárias, que oferecem rações medicamentosas. É o caso da Royal Canin Cardiac, que é uma ração recomendada para cachorros com problemas cardíacos.

Mas será que ela é mesmo uma boa ração? Nesse artigo, iremos analisar os principais ingredientes da Royal Canin Cardiac, levantar seus pontos positivos e negativos e definir de vez se essa é ou não uma ração bem recomendada. Confira!

Sobre a ração Royal Canin Cardiac

A Royal Canin Cardiac é uma ração do tipo Super Premium medicamentosa. Isso significa que ela serve como suplementação para tratamentos de doenças e complicações na saúde canina, por isso, deve ser recomendada pelo veterinário antes de ser introduzida à dieta dos pets.

Ela é uma ração medicamentosa e visa auxiliar na função do coração em caso de insuficiência e hipertensão, dando suporte aos cães que sofrem com distúrbios cardíacos através de seus nutrientes e minerais.

A Royal Canin Cardiac ainda atua na manutenção da função dos rins, pois conta com quantidade moderada de fósforo em sua composição.

Quais os ingredientes presentes nessa ração?

Os primeiros ingredientes da Royal Canin Cardiac são fontes de carboidratos, como a quirera de arroz, milho integral moído e farelo de glúten de milho, seguidos pelas fontes de proteínas, que são farinha de vísceras de aves, ovo em pó, farinha de torresmo e farelo de glúten de milho.

Ingredientes

Quirera de arroz, farinha de vísceras de aves, milho integral moído*, gordura suína, ovo desidratado, gordura de frango, glúten de milho*, farinha de torresmo, polpa de beterraba, óleo de peixe refinado, levedura seca de cervejaria, óleo de soja refinado*, fruto-oligossacarídeos, polifenóis de uva e chá verde 10%, extrato de Marigold, carbonato de cálcio, citrato de potássio, fosfato bicálcico, fosfato monocálcico, fosfato monossódico, vitaminas (A, C, E, D3, B1, B2, B6, B12, PP), ácido pantotênico, biotina, ácido fólico, cloreto de colina, sulfato de ferro, sulfato de cobre, óxido de manganês, óxido de zinco, iodato de cálcio, selenito de sódio, cloreto de potássio, óxido de magnésio, cobre aminoácido quelato, manganês aminoácido quelato, zinco aminoácido quelato, fígado de frango, L- arginina, taurina, L-carnitina, DL-metionina, tirosina, antioxidante (BHA). *milho integral moído e glúten de milho geneticamente modificados por Bacillus thuringiensis, Streptomyces viridochromogenes e óleo de soja produzido a partir de soja geneticamente modificada por Agrobacterium sp.

Sua composição também conta com gorduras de origem animal, que são saudáveis, como gordura de frango e gordura suína, além do óleo de soja refinado e óleo de peixe refinado, este que é fonte de ômega 3 e 6, essenciais para os cuidados com pelos e pele.

Vale ressaltar ainda a presença de levedura seca de cervejaria em sua fórmula, que ajuda na boa digestão e favorece a imunidade, e de polpa de beterraba, que ajuda na redução do odor das fezes. Já os principais componentes que atuam na saúde do coração são a taurina e a L-carnitina.

Quantidade de ração Royal Canin Cardiac

De acordo com o fabricante, esta deve ser a quantidade de ração de acordo com as características do cachorro:

Peso do cão Magro Normal Sobrepeso
2 kg 65 g 50 g 40 g
3 kg 85 g 70 g 50 g
4 kg 105 g 85 g 65 g
5 kg 125 g 100 g 75 g
6 kg 145 g 115 g 85 g
7 kg 160 g 130 g 95 g
8 kg 175 g 140 g 105 g
9 kg 195 g 155 g 115 g
10 kg 210 g 165 g 125 g
15 kg 280 g 225 g 170 g
20 kg 345 g 275 g 205 g
25 kg 405 g 325 g 245 g
30 kg 465 g 370 g 280 g
35 kg 520 g 415 g 310 g
40 kg 575 g 460 g 345 g
50 kg 675 g 540 g 405 g
60 kg 770 g 615 g 465 g
70 kg 865 g 690 g 520 g
80 kg 950 g 760 g 570 g

Perguntas frequentes sobre a ração

A Royal Canin Cardiac contém transgênicos?

Sim, há presença de milho transgênico em sua composição.

A Royal Canin Cardiac contém aditivos químicos?

Sim, sua fórmula conta com antioxidante BHA.

Pontos positivos da ração

Ingredientes que atuam no coração

O principal objetivo da Royal Canin Cardiac é auxiliar nas funções do coração, e analisando sua composição básica é possível perceber que ela cumpre com o que promete e oferece componentes que atuam nesse órgão.

Pontos negativos da ração

Possui transgênicos

A Royal Canin Cardiac possui ingredientes transgênicos, o que não é recomendado por alguns especialistas. Por outro lado, é importante entender que ainda não existem comprovações de que os transgênicos fazem mal à saúde canina.

Possui antioxidantes sintéticos

A Royal Canin Cardiac é conservada com antioxidantes sintéticos, ao invés dos naturais, como é o mais recomendado.

Pouca variedade de produtos

A Royal Canin Cardiac não oferece embalagens para todos os portes e faixas etárias, dessa forma, não atende a todos os tipos de cães.

Afinal, a Royal Canin Cardiac é boa?

Sim, a ração Royal Canin Cardiac é boa. Ela possui nutrientes importantes, como proteínas e carboidratos, além de atuar em outros cuidados, como a saúde dos pelos e intestinal. Ela realmente carrega componentes que atuam na saúde do coração, ou seja, cumpre o que promete em suas embalagens.

Por outro lado, é importante que os tutores saibam que a ração conta com ingredientes transgênicos em sua composição, além de antioxidantes sintéticos, que podem ser prejudiciais à saúde canina.

Comentários