Como viajar com cachorro: carro, ônibus ou avião

Separamos o que você precisa saber para viajar com o seu cachorro. Seja de carro, ônibus ou avião, sempre garanta a segurança e saúde do animal.
Jack Russell na praia

Os cães são a melhor companhia em todas as horas, inclusive nas viagens. Alguns tutores não gostam de se separar por muito tempo do pet e decidem transformar os cãezinhos em grandes parceiros para as aventuras.

Independente do meio de transporte que você escolher para viajar com o seu amigo peludo, é importante que você tenha em mente que alguns cuidados são muito importantes, como a segurança e saúde do animal. Por isso, neste artigo nós vamos te dar algumas dicas para fazer uma viagem tranquila e divertida com o seu cachorro. Acompanhe até o final!

Como viajar com o cachorro de avião?

Mesmo sendo um dos meios mais caros para viajar com os pets, a maioria dos tutores optam por viajar de avião devido à facilidade. Mas viajar de avião com o seu cãozinho requer antecedência e alguns preparativos. O animal deve ter todos os documentos em dia juntamente com o cartão de vacinação, sendo uma exigência da Agência Nacional de Aviação Civil.

O custo da passagem para o cachorro pode custar o mesmo valor que para os humanos. Variando de R$ 200 a R$800, dependendo do trecho e também do porte do pet.

Importante lembrar que o tutor deve estar atento à raça e o tipo do cachorro. A maioria das companhias áreas não aceitam transportar cães de focinho curto, ou seja, os braquicefálicos, como os Pugs e os Buldogues.

Geralmente as companhias tendem a não aceitar esses pets devido à dificuldade na respiração, pois eles podem facilmente passarem mal com a altitude. Mas caso a companhia área escolhida aceite o pet, ele deverá viajar na cabine junto ao tutor, diferente dos outros cães.

Tudo sobre a raça Pug
Raça braquicefálicos

Além disso, alguns outros cuidados com a saúde e bem-estar precisam ser tomados na hora de viajar com o pet de avião. O tutor deve oferecer ao cãozinho uma alimentação saudável e leve, duas ou três horas antes do voo para evitar enjoos. Junto com a ração, o tutor deve oferecer água para manter o animal hidratado durante toda a viagem.

Como viajar de carro com o cãozinho?

Alguns pais e mães de pets adoram botar o pé na estrada de carro e com o seu cachorro. Inclusive acostumam o seu animalzinho desde pequeno para isso. Neste caso, é importante que a família realmente inclua o pet no roteiro da viagem, desde ao preparo do carro até a programação completa, com paradas estratégicas a cada 2 horas para as necessidades do cãozinho. Afinal de contas, ninguém merece passar o trajeto “apertado”. Fique atento!

O ideal é perceber com antecedência se o seu cão fica confortável dentro do carro. Caso ele sinta enjoos, procure forrar o carro com uma capa protetora própria para pet, que pode custar de R$100 a R$200. Além disso, você pode utilizar toalhas ou lenços umedecidos para limpar o pet durante a viagem, caso seja necessário.

O ideal é que o carro tenha ar condicionado, mas deve-se colocar em uma temperatura agradável para o pet. Em relação à segurança do cão, é necessário levá-lo em um assento especial para cães, que custa a partir de R$100 a R$150. O tutor também pode optar pela coleira peitoral, que pode custar a partir de R$ 30. A cadeira especial e a coleira são essenciais para evitar acidentes e multas de trânsito. 

Como viajar de ônibus com o cachorro ?

O ônibus também é outra opção muito utilizada para transportar os animais em viagens. Este caso é muito semelhante com a viagem de carro, porém, as empresas de ônibus permitem apenas dois animais por viagem e o tutor deve levar o pet sempre dentro da caixa de transporte, com todos os registros médicos, como as vacinas e vermífugos.

Caso o animal seja de porte grande, o tutor deve comprar uma poltrona exclusiva para transportar o cão da forma mais segura e confortável. Além disso, procure levar poucas bagagens, para dar mais atenção à caixa de transporte do filhote de quatro patas.

Esteja atento, pois os momentos de transição entre plataforma, rodoviária e ônibus podem ser perigosos e o animal pode fugir. E como as viagens de ônibus são mais longas, lembre-se de levar com você água e comida para o pet para alimentá-lo durante as paradas.

O que levar na mala do meu pet?

O tutor deve montar a mala do cãozinho com bastante atenção para não esquecer nada, pois alguns itens são essenciais para manter o bem-estar do pet. Confira:

  • Ração e água;
  • Bebedouro e comedouro portátil; 
  • Coleira adequada com identificação e guia;
  • Carteira de Vacinação e atestado de saúde;
  • Brinquedos;
  • Sacos para recolher as fezes do animal;
  • Remédio para vômito e dor; 
  • Toalha.

Não quer levar o cãozinho? 

Caso o tutor prefira não levar o animal na viagem por segurança ou por terem optado por um destino muito distante, é ideal que escolha alguém ou algum lugar seguro para hospedar o pet. Existem hoje em muitas cidades vários hotéis e creches exclusivos para os cães com todo o conforto, diversão e segurança necessária. Basta se informar quais serviços estão disponíveis na sua cidade e os valores das diárias.

Caso você opte em não tirar o seu cãozinho da segurança e conforto do lar, você pode optar pelo serviço de Pet Sitter. Basta escolher uma empresa segura e confiável e solicitar o serviço. Assim eles vão enviar a “babá” para o pet e essa pessoa ficará responsável em alimentar, cuidar e brincar com o seu cachorro.

Mas caso prefira, peça para algum conhecido ou familiar cuidar do seu cãozinho. O importante é que você deixe tudo certo para aproveitar a viagem.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *