Cachorros vira-lata: 10 fatos incríveis

Cachorros vira-lata: 10 fatos incríveis

Separamos 10 curiosidades sobre os adoráveis cães vira-lata. Alguns delas você já deve conhecer, mas outras certamente vão te surpreender. Confira!
Rosto de um vira-lata

Todas as cidades têm o seu vira-lata caramelo, né? Mas eles vêm nos mais diversos tamanhos e cores, e também podem apresentar comportamentos bem diferentes. Os vira-latas não estão apenas nas ruas, mas nos lares e nos corações de muitos brasileiros. Isso porque ele podem não ter o pedigree dos seus primos de raça, mas têm muito amor para dar a quem os acolher.

Neste artigo nós apresentaremos 10 curiosidades sobre os adoráveis cães vira-lata. Alguns delas você já deve conhecer, mas outras certamente vão te surpreender. Antes de tudo, porém, cabe entender um pouco mais sobre o que exatamente é um cachorro vira-lata.

O que são vira-latas?

O nome mais correto dessa variedade de cães é SRD, ou seja, Sem Raça Definida. Dizer que os vira-latas não têm raça definida, no entanto, não significa que não podemos identificar as raças que estão na origem deles. Para entender isso, é importante esclarecer a diferença entre híbridos e vira-latas.

Um cachorro híbrido é resultado do cruzamento de dois cães de raças puras e diferentes. Nos híbridos é possível ver as características das duas raças que lhes deram origem. Os vira-latas, no entanto, descendem de cães que já são misturas de raças.

É possível que um vira-lata, por exemplo, seja filho de um cão de raça que tenha cruzado com um SRD. Na maioria dos casos, no entanto, os vira-latas descendem de vários cruzamentos entre cães mestiços e é quase impossível determinar o parentesco com uma raça pura.

Também é importante esclarecer que vira-lata não é sinônimo de cão de rua, e isso vem se tornando cada vez mais verdade, pois cada vez mais pessoas se tornam conscientes do ato de amor que é adotar um SRD. Acima de tudo, elas têm a sorte de ganhar um companheiro leal e saudável, como demonstram as nossas 10 curiosidades sobre vira-latas.

10 curiosidades sobre os vira-latas

1. Vira-latas se adaptam aos mais diversos lares

Justamente por não terem características muito definidas é que os vira-latas têm uma capacidade maior de adaptação. Os cães de raça, por seu lado, têm um padrão muito definido e não vão se adaptar a qualquer tipo de lar.

O que realmente vai definir se o seu cachorro vira-lata vai se adaptar ou não ao novo lar é a forma como você irá tratá-lo. E olha que os vira-latas nem precisam de muitos cuidados para se tornarem leais companheiros dos seus donos.

2. Eles são muito abandonados

Infelizmente, cães vira-latas ainda são muito abandonados, mesmo com todas as suas qualidades. Isso talvez tenha a ver com o perfil que quem costuma criar os vira-latas e com a forma como eles são adquiridos. Os vira-latas são mais populares entre as classes baixas, pessoas que muitas vezes não têm os recursos para criar um cachorro com tudo de que ele necessita.

Além disso, os vira-latas normalmente são adotados, muitas vezes já tendo sido cães de rua. O fato é que os vira-latas são maioria entre os cães que não têm um lar, o que é bastante triste.

3. O temperamento dos vira-latas é menos previsível

Esse fato já é bem conhecido. Por serem resultado da mistura de muitas raças, os SRD não têm um comportamento previsível, embora ele não seja totalmente imprevisível.

É um mito, por exemplo, que vira-latas não podem ser adestrados. Eles, como todos os cães, são muito inteligentes e sensíveis, sendo capazes de aprender diversos truques e de se adaptar à vida com humanos. O que realmente pode determinar o comportamento de um vira-lata são os cuidados que ele recebe do tutor.

4. Vira-latas são maioria nos canis

Os vira-latas são maioria nos canis, abrigos e refúgios de cachorros. Isso não tem a ver apenas com fato de os vira-latas serem a maioria dos cães de rua. Infelizmente, eles ainda são pouco adotados, e assim a população de vira-latas permanece grande dentro dos canis.

5. Vira-latas são muito populares

Curiosamente, embora sejam a maioria dos cães sem lar, os vira-latas são a maioria nos lares brasileiros. Uma pesquisa feita em domicílios de todo o Brasil no ano de 2017 demonstrou que os vira-latas estão presentes em cerca de 40% dos lares com cachorro. Eles são criados por todas as classes sociais, embora os mais pobres criem mais vira-latas.

6. São excelentes companhias para crianças

Os vira-latas são uma das melhores alternativas para famílias com crianças. Eles se adaptam muito bem a todo tipo de lar e se tornam facilmente leais aos seus donos. Além disso, ao contrário do que muitos podem pensar, os vira-latas podem ser protetores e muito confiáveis, sendo boas companhias para as crianças.

7. Vira-latas têm boa saúde

Os múltiplos cruzamentos que dão origem aos vira-latas tornam a genética deles melhor, e não pior, como muitos podem pensar. Além disso, as difíceis condições de vida que os vira-latas enfrentam nas ruas promovem uma seleção natural, de modo que apenas os indivíduos mais resistentes deixam descendência.

8. Eles precisam dos mesmos cuidados que os outros cães

Entretanto, mesmo sendo cheios de saúde, os vira-latas precisam dos mesmos cuidados que os cães de raça. Ou seja, também precisam de uma ração de qualidade, de visitas regulares ao veterinário, de passeios, vacinas, etc. E, acima de tudo, necessitam do afeto dos seus donos para serem felizes.

9. Vira-latas têm um faro apurado

Isso também têm a ver com a experiência dos vira-latas nas ruas. Eles precisam de um faro apurado para encontrar alimento, tarefa que pode se mostrar muito difícil.

10. Eles têm dois dias no ano só pra eles

Isso mesmo! No ano de 2005, a protetora de cães e ativista Collen Paige resolveu criar duas datas para celebrar os cães vira-latas: 31 de julho e 2 de dezembro. Desde então, criadores de todo o mundo têm aproveitando os Dias do Vira-Lata para conscientizar as pessoas sobre a importância de adotar esses maravilhosos cães.

Vira-latas são puro amor

Infelizmente ainda há muitos cãezinhos por aí sem um lar e a maioria deles são vira-latas. Como você pôde ver, adotar um cachorro SRD é uma atitude que traz muitos benefícios. Os vira-latas são fortes, saudáveis e cheios de amor para dar. Tudo de que precisam é uma família capaz de receber e retribuir esse amor.