Canabidiol para cães: entenda os efeitos do CBD, dosagem e como adquirir

Feito a base da planta Cannabis Sativa, o óleo de CBD pode trazer diversos benefícios para os cães, se oferecido de maneira correta. Entenda
filhote de cachorro feliz deitado no chão

O uso do canabidiol (CBD)  tem se popularizado nos últimos anos para diversas funcionalidades. O óleo é feito a base da planta Cannabis Sativa, tem propriedades calmantes e relaxantes e por ser tão potente, é usado desde casos mais amenos de ansiedade até casos mais graves de convulsão. E não para por aí! O CBD também é utilizado em animais. 

Os tutores usam o canabidiol nos cãezinhos para tratar uma série de questões ligadas à saúde e também ao comportamento. Alguns dos quadros tratados com o CBD são: dores no corpo, inflamações, espasmos musculares, convulsões, distúrbios neurológicos e relacionados ao estômago, ansiedades, lesões, temperamento agressivo e problemas de memória.

O canabidiol é utilizado ainda na recuperação de procedimentos cirúrgicos, pois o CBD pode acelerar a cicatrização. E se você ficou curioso para entender mais como o canabidiol funciona no organismo dos cães, não se preocupe. Neste artigo nós vamos te explicar tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Acompanhe até o final!

Como o CBD funciona no organismo dos cães?

O canabidiol funciona no organismo dos cães de maneira semelhante como para os humanos. O sistema endocanabinóide, especificamente os receptores CB1 e CB2, que estão em todo o corpo do animal — no cérebro, sistema nervoso, órgãos, glândulas do trato digestivo, na pele e nos tecidos –  são atraídos por canabinóides, ou seja, eles se ligam aos receptores. Isso ativa o sistema canabinóide do próprio corpo, que constantemente tenta regular e equilibrar o mesmo. 

Logo, se o cachorro estiver estressado, ansioso ou até mesmo com dor, o  CBD age rapidamente no sistema nervoso do animal e começa a aliviar todos os sintomas. Com isso, o óleo ajuda o pet a ficar mais calmo e o corpo entra novamente em equilíbrio. Estudos clínicos recentes em todo o mundo testaram a eficácia do óleo de CBD em cães, gatos e até mesmo em cavalos, apresentando bons resultados.

No entanto, é necessário a orientação de um médico veterinário para que o seu pet inicie o uso do canabidiol. Em excesso, o CBD pode acabar causando alguns problemas no sistema nervoso do animal. Logo, converse com um profissional e se informe sobre as doses ideais que o seu cachorro pode usar. O peso, raça, porte do animal e até mesmo o comportamento dele precisam ser levados em consideração. Faça uma avaliação antes. 

4 principais benefícios do CBD para os cães 

Reduz a ansiedade

O principal motivo que leva os tutores a fazerem o uso do CBD nos cães é justamente a ansiedade. Muitos cães acabam desenvolvendo ansiedade por separação quando precisam passar algumas horas sozinhos e longe do tutor. O canabidiol tem a capacidade de atuar diretamente no sistema nervoso dos animais, deixando eles mais calmos e aliviados. 

Trata as convulsões 

Cerca de 5% dos filhotes de cães apresentam convulsões, e podem ser causadas por diversos motivos, principalmente por doenças hereditárias, renais e hepáticas. Além disso, lesões na cabeça durante o nascimento, neoplasias cerebrais e epilepsia idiopática também podem levar o cão a apresentar as convulsões. A epilepsia idiopática também influencia que 3% dos cães apresentem convulsão. Logo, para os filhotes, o canabidiol pode ser um grande aliado.

De acordo com uma pesquisa realizada pela National Library Of Medicine, o CBD tem a capacidade de reduzir gradualmente o número de convulsões para zero nos filhotes. Além disso, a sua interação com os receptores endocanabinóides previne a neurotoxicidade causada por convulsões. 

Alivia dores nas articulações

Os cães, principalmente os que já estão em idade mais avançada, podem sofrer com dores em todo o corpo, principalmente nas articulações. Embora sejam incapazes de contar aos tutores o que estão sentindo, os donos podem notar algumas mudanças no comportamento que indicam que os pets estão com dor. Dados preparatórios demonstram que a conexão do CBD com o receptor CB1 é fundamental no cuidado da dor crônica em, por exemplo, cães e felinos. Logo, o canabidiol reduz a sensação de dor e relaxa o corpo do cãozinho.

Reduz a sensação de náusea e enjoo

Uma pesquisa realizada em 2011 pela American Veterinary Medical Association mostrou que o CBD tem um efeito positivo também nos animais quando eles sentem náusea ou enjoo, porque a interação do canabidiol com os receptores endocanabinóides tem a capacidade de reduzir todas as sensações ligadas aos incômodos.

Efeitos negativos do canabidiol 

Como mencionamos anteriormente, o uso do CBD deve ser feito com a orientação de um médico veterinário para que não haja problemas. Assim como grande parte dos medicamentos oferecidos aos cães, o canabidiol precisa ser usado na dosagem correta, caso não seja, ele pode trazer uma série de efeitos colaterais, como:

Como comprar canabidiol no Brasil para pets?

Mesmo que a maconha não seja legalizada no Brasil, o CBD para uso medicinal é. Então, se você seguir os procedimentos corretamente, poderá receber seus produtos aqui mesmo no país. No entanto, o canabidiol ainda não pode ser produzido nem comercializado localmente. O que significa que, para obter produtos de CBD no Brasil, você terá que importá-los por conta própria. Isso acaba tornando o processo mais difícil e também mais caro, pois todos os CBD são vendidos em dólar ou euro. Neste site você pode conferir o passo a passo para conseguir importar o canabidiol para o Brasil. 

Qual a dosagem de CBD ideal?

O óleo de CBD para animais contém um baixo nível, sendo apenas 1%, logo, o seu cãozinho não ficará alterado. No entanto, a dosagem é perfeitamente adequada para os pets e precisa ser medida pelo peso corporal do animal.

Mas, assim como acontece com os seres humanos, os animais devem começar com uma dose baixa e aumentá-la gradualmente até que o efeito desejado seja alcançado. No geral, independente do porte do cachorro, uma dose por dia é suficiente. Para condições mais graves, pode ser necessário administrar 2-3 doses por dia, mas é importante pedir a orientação de um médico veterinário.

Para a maioria dos cães, a dose ideal é de 2 gotas para 5 kg de peso corporal, sendo que não é recomendado usar mais de 3 gotas de óleo. Para oferecer o canabidiol é bem simples, basta misturar o óleo no alimento do cãozinho, de preferência em alimentos úmidos. Boa sorte!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *