Sarna em cachorro: como tratar?

A sarna não é uma doença exclusiva de cães de rua, por isso, saiba como prevenir, identificar o problema e tratar o seu cachorro com o guia que fizemos
cachorro coçando

A sarna está entre os principais problemas de saúde que podem acometer aos cães. E ao contrário do que muitos pensam, ela não é um problema exclusivo de cães de rua. A sarna também pode ocorrer entre cães domésticos e, se não for tratada corretamente, pode causar consequências graves.

Neste artigo, nós apresentaremos um guia completo sobre a sarna, descrevendo o que causa, os sintomas, o tratamento e a prevenção para o problema. E você ainda poderá conferir remédios caseiros de grande eficácia contra a sarna.

O que é sarna?

A sarna é um doença de pele causada por ácaros da espécie Sarcoptes scabiei. Os ácaros se alimentam da pele do hospedeiro, causando coceira intensa. Conforme os cães se coçam, a pele fica avermelhada, sem pelo e com feridas. As feridas podem se tornar porta de entrada para infecções por microrganismos.

Você sabia? A sarna não ocorre apenas entre os cães, podendo atingir seres humanos e outros animais, como gatos. Ela costuma ser adquirida pelos cães que vivem aglomerados ou em ambientes sujos, onde há presença dos ácaros. Apesar de associarmos a doença aos cães de rua, cães domésticos também podem ter sarna e transmitirem ela entre si.

Saiba a seguir como identificar a sarna no seu cachorro.

Como saber se meu cachorro tem sarna?

A coceira é o principal sintoma da sarna em cães. Assim que você notar que o seu cão está se coçando intensamente, leve-o imediatamente para o veterinário, que poderá identificar o problema e iniciar o tratamento.

Mas a sarna também pode apresentar outros sintomas:

  • Coceira intensa
  • Pele avermelhada
  • Pele sem pelo
  • Regiões inflamadas, que depois se tornam grossas e com cascas
  • Odor forte, proveniente das regiões inflamadas
  • Sangramento
  • Partes do corpo mordidas ou mesmo mutiladas
  • As regiões do corpo mais atingidas são as pernas, cotovelos, orelhas, abdômen e peito dos cães
  • Infecções por microrganismos podem surgir através das feridas

Conforme a doença se agrava, o seguintes sintomas aparecem:

  • Perda de apetite e de peso
  • As inflamações e feridas se espalham por todo o corpo
  • Ouvidos e olhos podem ser atingidos, causando cegueira e surdez no cão

Cães filhotes, idosos ou com problemas prévios de saúde costumam apresentar sintomas mais graves.

Como tratar cachorro com sarna?

O primeiro passo, como já dissemos, é procurar um veterinário, que poderá instruir corretamente sobre o tratamento. Também é preciso isolar o cachorro que tem sarna de outros cães e animais, bem como evitar muito contato do pet com humanos e objetos usados por humanos.

É preciso tosar o cachorro para que seja mais fácil tratar a sarna. Inicialmente, deve-se banhar o cachorro com um xampu especial contra sarna, aplicando e esfregando especialmente nas regiões mais atingidas.

Em seguida, deve-se aplicar um remédio específico contra sarna, como enxofre de cal, sobre a pele do cachorro. Os remédios devem ser aplicados várias vezes por semana, até que a doença desapareça por completo, o que pode levar até 6 semanas.

Você deve ficar atento à evolução da doença e informar sempre o seu veterinário. É possível que a sarna volte a aparecer depois de uma melhora, então deve-se seguir o tratamento corretamente, até ter certeza de que os ácaros e seus ovos foram completamente eliminados.

Higienize os locais onde seu cachorro costuma ficar e descarte a caminha dele, depois de lavá-la com produtos fortes, como água sanitária, para eliminar os ácaros e evitar que eles sejam transmitidos para outros animais ou pessoas.

Como evitar que meu cachorro tenha sarna?

A sarna pode ser transmitida diretamente de outros cães ou de objetos onde existam os ácaros. A melhor forma de evitar que o seu cão contraia a doença, portanto, é evitando que ele tenha contato com animais e objetos contaminados.

Procure saber se os cães de seus amigos e familiares têm sarna e evite que seu cachorro tenha contato com cães de rua, que costumam sofrerem mais com a doença.

Mantenha o ambiente em que seu cachorro vive sempre limpo, livre de entulhos. Limpe regularmente a caminha, cobertores, brinquedos de pelúcia e outros objetos usados pelo seu cachorro e que podem estar infestados por ácaros.

Tome as medidas necessárias para manter seu cachorro forte e saudável, como fornecer uma alimentação de qualidade e exercícios físicos regulares. Desse modo, as defesas naturais do corpo dele estarão mais aptas a lutar contra a doença caso ela venha a ocorrer, e os sintomas serão mais leves.

Existe algum remédio caseiro contra sarna?

O tratamento contra sara é feito com produtos específicos contra a doença, que devem ser receitados por um veterinário. Ainda assim, é possível usar alguns remédios caseiros apenas para aliviar os sintomas da sarna, ou seja, de forma auxiliar no tratamento, nunca em substituição aos remédios específicos. São eles:

  • Aloe vera (babosa): pode-se triturar as folhas da planta de modo a obter um suco ou comprar um gel de aloe vera e aplicá-los nos locais atingidos pela doença
  • Camomila: umedeça compressas ou um algodão com o extrato ou chá de camomila e aplique sobre a pele do cachorro
  • Óleo de lavanda, azeite de oliva e óleo de amêndoas podem aplicadas após o banho

O melhor remédio que os donos podem usar contra a sarna em cães é a prevenção. Certifique-se de que seu cachorro tem boa saúde, que o espaço onde ele vive está limpo e livre de parasitas e evite que ele tenha contato com animais contaminados.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *