Meu cachorro não quer comer: entenda as razões

Meu cachorro não quer comer: entenda as razões

O motivo do seu pet não se alimentar pode variar. Iremos te ajudar a saber identificar do que se trata e aplicar a solução adequada para cada caso
Yorkshire comendo ração

A alimentação é uma parte essencial do cuidado que um tutor deve ter com o seu pet. Para permanecer saudável, um cão necessita se alimentar regularmente e com a variedade adequada de nutrientes para o seu organismo. É por isso que a falta de vontade de comer pode ser uma grande dor de cabeça para os donos de cachorros.

Mas você não deve entrar em pânico toda vez que o seu cachorro não faz uma refeição. Em alguns casos, pode se tratar de algo passageiro, como o seu cachorro não ter gostado da ração nova que você comprou. Em outros casos, no entanto, pode se tratar de algo realmente grave, como depressão ou até mesmo câncer. O importante, como veremos nesse artigo, é saber identificar do que se trata e aplicar a solução adequada para cada caso.

Por que meu cachorro não quer comer?

As razões para o seu cachorro não comer podem variar bastante. Elas vão desde problemas físicos ou emocionais ao ambiente em que o seu cachorro come ou os horários em que ele come.

Doenças físicas ou psicológicas

Uma grande variedade de doenças físicas e psicológicas pode estar causando a falta de apetite no seu pet. Viroses, intoxicações, verminoses, problemas nos rins, problemas no trato digestivo e tumores podem estar entre as possíveis causas de problemas físicos. Entre os problemas emocionais, é preciso estar atento à possibilidade de o seu cachorro estar com depressão, uma condição que não acomete apenas os seres humanos.

Seja como for, no caso dessas doenças, os sintomas não serão apenas falta de apetite, podendo surgir falta de ânimo, febre, diarreia, vômitos, sangramentos, entre outros.

Saúde bucal

Problemas bucais também estão entre as causas mais frequentes para o seu cachorro não comer. Se há algo na boca dele que o incomoda, como uma infecção num dente ou na gengiva, ou mesmo um problema mais grave, como um tumor, ele provavelmente terá dificuldades para se alimentar. Lembre-se de verificar a boca do seu pet para constatar se não é isso que está ocorrendo.

Mudanças na rotina

Além dos problemas físicos mencionados acima, outras questões, como as mudanças no estilo de vida do seu pet, podem afetar os hábitos alimentares dele. Se ele passou por uma separação recente, como quando filhotes são separados de sua mãe, ou se vocês mudaram de casa recentemente, é provável que ele não se sinta à vontade para comer como antes. Pode ser algo passageiro, que se resolve naturalmente, ou pode ser necessário tomar medidas para que o cachorro volte a se sentir tranquilo para se alimentar.

Vacinação

Vacinas podem ter efeitos colaterais, mesmo entre os cachorros. Entre esses efeitos pode estar a falta de apetite, mas não se preocupe, ela costuma ser passageira. Tire suas dúvidas sobre a imunização dos pets.

Problemas no ambiente

Alguns problemas no ambiente em que o seu pet se alimenta, como pessoas fazendo barulho, outros cães (que podem inclusive intimidá-lo quando ele quer se alimentar) ou elementos novos e que o deixam incomodado podem provocar a falta de apetite. Procure descobrir o que e tente amenizar esses problemas de alguma forma.

O que fazer quando meu cachorro não quer comer?

Problemas de saúde em geral necessitam ser tratados com o acompanhamento de um veterinário. Esse profissional é a pessoa mais indicada para identificar qual a causa por trás da falta de apetite e qual o melhor tratamento para ela. Logo, assim que você perceber que o seu pet está há um tempo considerável sem se alimentar, procure um especialista.

Em outros casos, é possível resolver o problema de forma mais simples (ainda que seja recomendável recorrer ao seu veterinário sempre que você tiver uma dúvida quanto à saúde do seu cachorro). Se você trocou recentemente de ração, por exemplo, é possível que seu cachorro a rejeite por não conseguir se adaptar a ela.

Lembre-se de testar diferentes sabores e marcas para entender quais são aqueles que mais agradam ao seu amigão. Lembre-se também de consultar o seu veterinário para montar uma dieta que atenda às necessidades nutricionais do seu cachorro.

Quanto ao ambiente em que seu cão se alimenta, procure sempre deixá-lo limpo e confortável, sem elementos que possam gerar incômodo ou stress. Procure também cuidar da saúde bucal do seu cão, escovando os dentes regularmente e observando se não há problemas como dentes quebrados, inflamações, sangramentos, etc.

Educação alimentar é essencial

Como vimos nesse artigo, as razões para o seu cachorro não comer podem variar bastante. Podem se tratar de problemas de saúde que demandam o acompanhamento de um veterinário ou questões de mais fácil resolução, como tornar o ambiente e o momento da refeição mais confortáveis para o seu pet.

Por outro lado, uma razão muito frequente para o seu pet não se alimentar, mas que não costuma gerar grande preocupação, é a falta de uma disciplina na alimentação. Se o seu cachorro não possui horários regulares para comer a ração ou se ele exagera numa única refeição, é possível que ele rejeite a comida que você coloca para ele, mesmo que ela pareça a mais saborosa do mundo.

Cachorros, assim como humanos, devem ser educados para se alimentar de forma saudável, com a regularidade e a proporção adequadas. Estabeleça, com a ajuda do seu veterinário, horários regulares para o seu cão se alimentar, sem nunca exagerar na quantidade de comida. Procure não recorrer a petiscos, como carne de verdade, que podem desacostumar o seu amigão a comer apenas a ração.

Variar nos sabores e nos nutrientes pode ser essencial para que a alimentação continue a ser algo interessante e benéfico, mas a rotina pode ser a melhor forma de evitar que o seu cão fique sem comer.