Ração Magnus Petit é boa? Veja avaliação completa em Janeiro de 2022

Procurando uma boa ração para seu cachorro? Veja a avaliação completa sobre a ração Magnus Petit. Atualizado em Janeiro de 2022.

Para que os tutores de cães entendam quais rações são bem recomendadas, é preciso pesquisar um pouco. Isso porque existem muitas opções disponíveis no mercado, mas para saber quais são de qualidade, os tutores devem analisar mais a fundo alguns detalhes.

Pensando nisso, preparamos uma análise sobre a Magnus Petit, destacando seus principais pontos e entendendo como seus componentes agem no organismo canino. Além disso, respondemos às dúvidas mais frequentes e definimos de vez se ela é bem recomendada.

Sobre a Magnus Petit

A ração Magnus Petit é do tipo Premium, o que indica que é classificada com nível intermediário de qualidade. Isso acontece porque ela está acima das rações Standard, que possuem qualidade básica, mas abaixo das Super Premium, que são as mais recomendadas.

Essa ração foi desenvolvida para cães adultos de porte pequeno, a fim de oferecer uma dieta completa e nutritiva, com ingredientes selecionados. Alguns dos que se destacam são o extrato de yucca, que ajuda na redução do odor das fezes, facilitando a higienização e garantindo mais conforto, especialmente para os pets que vivem em ambientes internos.

Principais ingredientes da ração

Alguns dos principais ingredientes da Magnus Petit são fontes de carboidratos, como milho integral moído, farelo de trigo e farelo de soja, que proporcionam energia para o organismo. Em seguida, é possível encontrar farinha de carne e ossos de bovino e farinha de vísceras de aves, que são fontes de proteínas, importantes para o desenvolvimento dos músculos.

Ingredientes

Milho integral moído*, farinha de vísceras, farinha de carne e ossos, farelo de trigo, farelo de soja*, arroz quirera, farelo de gérmen de milho*, óleo de frango, palatabilizante de fígado suíno, semente de linhaça, cloreto de sódio (sal comum), prebiótico, probiótico, corantes (natural caramelo, amarelo 5 e 6, azul 2, vermelho 40, dióxido de titânio), extrato de yucca (0,03%), vitaminas (A, D3, E, B1, B2, B12, K3, pantotenato de cálcio, niacina, biotina, cloreto de colina), minerais (sulfato de ferro, sulfato de cobre, iodato de cálcio, óxido de zinco, proteinato de zinco, óxido de manganês, selênio levedura, selenito de sódio), ácido propiônico, BHA, BHT. *Espécies doadoras de genes: Agrobacterium spp, Bacillus thuringiensis e Streptomyces spp.Contém, na composição alimento geneticamente modificado: soja e milho.

A ração ainda conta com óleo de vísceras de aves, semente de linhaça e variedade de frutas e vegetais desidratados, que oferecem minerais e vitaminas para a dieta canina. A Magnus também conta com outros componentes importantes, como a biotina, que realiza a manutenção dos pelos, e a combinação de prebióticos e extrato de yucca, que favorece o equilíbrio intestinal e reduz o odor das fezes.

Quantidade de ração Magnus Petit

De acordo com o fabricante, esta deve ser a quantidade de ração de acordo com as características do cachorro:

Peso do cão Quantidade diária
1 a 5 kg 35 a 115 g
5 a 10 kg 115 a 190 g
10 a 15 kg 190 a 260 g
15 a 20 kg 260 a 320 g

Perguntas frequentes sobre a ração

A Magnus Petit contém transgênicos?

Sim, a ração contém milho e soja transgênicos em sua composição.

A Magnus Petit contém aditivos químicos?

Sim, há presença de antioxidantes sintéticos BHA e BHT em sua fórmula.

Pontos positivos da ração

Preço acessível

A Magnus Petit possui preço acessível, o que pode ser um fator atrativo para alguns tutores de cães. Contudo, é importante lembrar que o valor pode variar de acordo com o fornecedor do produto.

Nível de proteína

A quantidade mínima de proteína indicada para a dieta canina é 16%. A composição da Magnus Petit oferece 22% de proteína, ou seja, possui quantidade elevada, o que favorece a boa condição corporal dos pets.

Pontos negativos da ração

Possui transgênicos

A composição da Magnus Petit conta com ingredientes transgênicos, o que não é bem recomendado. Porém, é importante que os tutores saibam que ainda não existem comprovações de que os transgênicos presentes nas rações caninas são ruins para a saúde.

Possui antioxidantes sintéticos

O mais recomendado é que as rações sejam conservadas de forma natural, a fim de favorecer a longevidade e a manutenção da boa saúde. Contudo, a Magnus Petit possui antioxidantes sintéticos, o que pode ser prejudicial para a saúde canina.

Afinal, a ração Magnus Petit é realmente boa?

Sim, a ração Magnus Petit é boa. Ao analisar sua composição, é possível encontrar ingredientes essenciais para a dieta canina, como proteínas e carboidratos, além de fontes de vitaminas e componentes que agem em diversos cuidados. Entre eles, estão a manutenção dos pelos e ação no intestino, reduzindo os odores das fezes.

Por outro lado, é importante que os tutores entendam que a Magnus Petit conta com farinha de carne e ossos de bovino, que é uma proteína com baixo valor nutricional. Além disso, sua composição contém ingredientes transgênicos e antioxidantes sintéticos, o que pode ser ruim para a saúde dos cães.

Comentários