Cachorro espirrando sem parar? Veja o que pode ser

Espirros frequentes podem significar alguma gripe, inflamação ou alergia. Reunimos o que você precisa saber sobre o espirro nos cães
Rosto do Cocker Spaniel

O espirro é uma reação natural do corpo do pet quando ele está tentando eliminar algum corpo estranho da respiração. Mas o espirro em excesso não é saudável

Os tutores tendem a achar fofo e até mesmo engraçado alguns comportamentos dos cães que são bem parecidos com o dos humanos, como o soluço ou o espirro. No entanto, o espirro ao mesmo tempo que alivia o animal, pode causar bastante incomodo dependendo da causa.

O espirro é uma reação normal do organismo do pet quando ele tenta expulsar algum corpo estranho, como a poeira, o próprio pelo ou até mesmo alguma sujeira. No entanto, se os espirros acontecem com muita frequência, você deve ficar atento, pois pode significar uma gripe ou alergia.

O espirro pode ser apenas alguma reação natural do corpo do cãozinho, ou ele pode significar uma gripe ou até uma doença mais séria. Por isso, se o seu cachorro está espirrando todos os dias, você deve procurar leva-lo ao médico veterinário o mais rápido possível.

O espirro quando acontece com pouca frequência gera alívio no animal, mas quando acontece com muita frequência, ele começa a causar bastante incomodo no seu cachorro.

Por isso, neste artigo nós reunimos tudo o que você precisa saber sobre o espirro nos cães. Além disso, vamos te dar algumas dicas para que você conseguir determinar se o espirro do seu cãozinho é algo natural ou está ligado a algum outro problema mais sério. Assim você vai garantir ao seu cãozinho o cuidado e bem-estar que ele precisa. Boa leitura!

O que pode causar o espirro nos cães?

Antes de entendermos o que pode causar o quadro nos cães, é importante entendermos o que é o espirro em si. De uma maneira geral, o espirro é uma reação involuntária gerada pelo organismo do animal quando ele percebe que existe alguma partícula incomum nas vias aéreas do cãozinho.

Logo, essas partículas são corpos estranhos que causam grande irritação e incomodo no pet. Com isso, o corpo expele um jato de ar, o espirro, com a finalidade de expulsar aquilo que está incomodando. Geralmente esse incomodo pode ser causado por alguma poeira ou sujeira.

Os cachorros que são muito curiosos e gostam de sair farejando vários ambientes, principalmente durante os passeios ou pela casa, podem espirrar com mais frequência.

O olfato dos cães é bastante poderoso e ele pode sentir cheiros que para nós são imperceptíveis. Logo, na tentativa de farejar tudo, o animal pode acabar “espirando” sujeiras, gramas, pelos presentes no ar, espinhos e outros corpos estranhos. Com isso, o corpo tem o reflexo rápido de expulsar esses elementos da cavidade nasal por meio do espirro

Por isso, fique de olho onde o seu cãozinho anda farejando. Esses locais podem conter fungos e poeiras que podem gerar os espirros. Além disso, alguns elementos podem ferir o animal ao serem eliminados pelo espirro. Fique atento!

Até onde o espirro pode ser considerado uma reação normal?

Após o corpo do seu cãozinho sentir a presença de elementos estranhos, ele vai começar a espirrar. E quando os espirros são apenas uma reação natural do organismo para eliminar sujeiras, eles acabam rapidamente, não durando mais de 10 minutos.

Porém, se o seu cãozinho anda espirrando com frequência e até mesmo sem estar farejando nenhum ambiente, pode significar que ele esteja com alguma gripe, inflamação ou alguma alergia.

Quando o animal está com a gripe canina, também conhecida como traqueobronquite infecciosa canina, os sintomas vão além do espirro. O cãozinho pode apresentar também coriza, febre, tosse persistente, secreção nos olhos e a falta de ânimo e apetite.

A gripe nos cães pode ser causadas por vírus ou bactérias e a transmissão pode acontecer quando o cachorro tem contato com algum ambiente ou animal infectado.

Se você identificar esses sintomas no seu pet, leve-o imediatamente ao veterinário para que os sintomas sejam tratados de perto da melhor maneira possível. Uma gripe nos cães, em alguns casos pode acabar evoluindo para um quadro mais grave. Além disso, é muito importante que você mantenha todas as vacinas do seu cãozinho em dia.

Os espirros também podem ser causados pelas alergias, que acabam causando uma irritação e incomodo muito grande no pet. Geralmente os cães tem alergias comuns que são causadas pela poeira, pólen das flores, produtos de limpeza, cigarro, cremes, perfumes, cheiros muito fortes e até mesmo a poluição.

O ideal é levar o cãozinho ao médico veterinário para detectar qual é o causador da alergia do seu pet, ou seja, o alérgeno. Você tendo conhecimento de qual alérgeno causa espirros no seu cachorro, você pode lidar com a situação de maneira mais fácil.

Cachorro sendo examinado pelo médico
Bulldog em consulta com o veterinário

Espirro com sangue, o que fazer?

Se você notou a presença de sangue junto com o espirro do seu cachorro, você deve leva-lo ao médico veterinário. O espirro com sangue pode não ser nada grave, pois o corpo estranho pode ter machucado a cavidade nasal do pet na hora do espirro. No entanto, apenas um profissional vai saber determinar a gravidade da situação.

Fique atento! Um cachorro espirrando sangue também pode ser sinal de algum tumor nas narinas ou de pólipos nasais (quando ocorre um crescimento anormal na mucosa do nariz). Os pólipos nasais são bastante raros nos cães, mas podem acontecer.

Além disso, cães que sofrem com sinusite ou rinite também podem espirrar sangue pois a inflamação acaba sendo maior. Nesse caso, é importante um tratamento prolongado com um profissional.

Com evitar os espirros?

Mesmo existindo a possibilidade do espirro ser causado por algo mais grave e apenas poder ser tratado com a ajuda de um médico veterinário, algumas atitudes do tutor podem ajudar. O espirro, na maioria das vezes, é causado por alergias, corpos estranhos presentes no ambiente ou gripe.  

Por isso, para evitar que o seu cãozinho espirre com frequência, mantenha sempre o ambiente limpo e todas as vacinas do pet em dia. A melhor maneira de evitar a gripe é com a vacina. Além disso, procure um médico veterinário para esclarecer se o seu pet tem alergia a algum elemento específico.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *