9 cheiros que os cães não gostam

Os olfato dos cães é muito apurado e sensível. Listamos 9 cheiros que os cachorros não gostam para que você possa evitá-los. Veja!
Dogo Argentino

O olfato dos cães é um dos sentidos mais fortes e sensíveis dos cães. Diferente dos humanos, os cães conseguem sentir cheiros de uma maneira bem mais intensa e forte, logo, alguns odores que para os humanos é suportável, para os cães podem ser insuportáveis e até mesmo causar alguns riscos. 

Por isso, é muito importante que o tutor tenha conhecimento de quais são esses cheiros para evitar ao máximo que os cães sintam ou se aproximem deles. Alguns odores são tão insuportáveis para os bichinhos que eles podem chegar a vomitar ou sentir fortes dores de cabeça. Você sabia disso?

Mas não se preocupe, neste artigo nós vamos te explicar quais são os 9 principais cheiros que os cães não gostam e também não conseguem tolerar. Além disso, vamos explicar um pouco o motivo do olfato dos cachorros serem tão sensíveis. Acompanhe até o final para saber tudo sobre o assunto. 

O olfato dos cães 

O sentido mais poderoso e marcante dos cães é o olfato. Os cachorros conseguem reconhecer tudo por meio do focinho. O olfato dos cãezinhos consegue ser tão apurado, que muitos animais trabalham em várias organizações, como a polícia, para identificar cheiros e ajudarem os policiais em diversas buscas. Alguns cães conseguem sentir cheiros escondidos a 10 metros do chão.

Isso acontece, pois o olfato é o sentido mais desenvolvido e forte dos cães, logo, o focinho do cãozinho pode ser uma grande aliado dele em várias ocasiões. Para você entender um pouco melhor, vamos exemplificar com um comparativo.

O olfato dos cachorros têm entre 150 a 300 milhões de células olfativas, enquanto nós humanos temos cerca de apenas 5 milhões de células olfativas. É uma diferença enorme.

Com isso, existem muitos cheiros que para nós podem ser imperceptíveis e para os cães não. Além disso, nós podemos suportar alguns odores, pois nós não conseguimos sentir o cheiro deles por completo. Já com os cães, esses cheiros podem ser insuportáveis e causar mal a saúde deles. Por isso, vamos te contar quais são eles. 

9 cheiros que os cães não gostam

1 – Vinagre 

O cheiro e o sabor do vinagre podem ser fortes até mesmo para algumas pessoas. Para os cães pode ser ainda pior. O forte cheiro do álcool pode ser insuportável para o cãozinho e caso ele inale, pode sentir até mesmo uma ardência dentro nas narinas.

No entanto, o vinagre de maçã para os cães pode ser um pouco mais fraco, logo, ele é bastante utilizado para tirar o cheiro do xixi do cachorro do ambiente.

Além disso, muitos tutores utilizam o cheiro no vinagre para evitar que os cães façam xixi em locais proibidos. A estratégia é eficaz, mas o tutor deve ter muito cuidado com a quantidade de produto que usa, pois se o peludo for do tipo mais curioso e aventureiro, pode acabar inalando o odor do vinagre.

2 – Odores cítricos 

O cheiro cítrico, como o da laranja ou do limão, é muito agradável para os humanos. Mas os cães não gostam nem um pouco desse tipo de cheiro. Se o odor cítrico é muito forte e pode causar incômodo até mesmo para nós, para os cães esse cenário pode ser 40 vezes pior.

O cítrico trata-se de um aroma tão forte, que pode chegar a causar irritação nas vias respiratórias do animal, causando uma sensação incômoda e insuportável, além das grandes chances dele sentir fortes dores de cabeça após inalar o odor. Por isso, os tutores devem ter atenção redobrada com os produtos comprados com aroma cítrico. 

O tutor deve ainda tomar muito cuidado com os produtos de limpeza com cheiro cítrico, pois além do odor, esses produtos contém vários outros tipos de substâncias fortes e perigosas para os bichinhos. Fique atento!

3 – Pimenta 

A pimenta é um alimento que deve o seu picante a uma série de compostos químicos naturais denominados capsaicinas, composição que produz um cheiro muito desagradável para os cachorros. Cheirar de forma direta este alimento pode causar no animal irritação e ardência nas vias respiratórias, coceira no nariz e espirros constantes. Por isso, jamais deixe o seu cãozinho cheirar qualquer tipo pimenta!

4 – Álcool 

Qualquer tipo de álcool é perigoso para os cães e o cheiro também é insuportável para eles. Dependendo dos graus que o álcool contiver, será mais ou menos incômodo para o animal. No entanto, isso não quer dizer que o animal pode utilizar ou inalar o álcool em gel, por exemplo. Por isso, evite ao máximo.

5 – Esmalte 

O cheiro do esmalte é muito forte e pode ser desagradável até mesmo para os humanos, logo, evite permitir que o seu cãozinho chegue perto deste tipo de produto. O esmalte tem um número elevado de compostos químicos, como o álcool isopropílico, o formaldeído, acetato e a nitrocelulose. Essa mistura de odores pode causar espirros, ardência e até mesmo coceira do nariz do animal.

6 – Cloro

O cloro ou a água sanitária é altamente nociva para os cachorros. Inalar esse cheiro de forma direta pode causar irritação nas vias respiratórias e esófago do animal, causando vômitos e sérias alergias. Logo, ao utilizar o produto na hora da limpeza, mantenha o cãozinho longe.

7 – Amoníaco 

O amoníaco além de tóxico, produz um aroma muito idêntico ao da urina dos cães, que podem relacioná-lo com a presença de outro animal em casa e manter-se em posição de alerta, levando o animal a ficar ansioso e agitado. Por isso, antes de comprar um produto de limpeza, leia o rótulo. 

8 – Naftalina 

A naftalina é utilizada como pesticida devido ao seu grau de toxicidade. A naftalina é tão tóxica e perigosa que, além do cheiro desagradável, pode até mesmo matar o seu cachorro, logo você deve ter cuidado. A ingestão da bola de naftalina, por exemplo, pode causar danos graves no fígado e no sistema nervoso central do animal, gerando vômitos, diarreia e convulsões.

9 – Perfumes 

A maioria dos perfumes são insuportáveis para os cães, pois possuem uma alta concentração de vários tipos de cheiros diferentes, além do álcool presente na composição do produto. Por isso, evite passar perfume perto do cãozinho ou até mesmo utilizar a fragrância no animal. Caso ele inale o perfume, ele pode começar a espirrar sem parar.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *