Ração Royal Canin para Pug é boa? Veja avaliação completa em Novembro de 2021

Procurando uma boa ração para seu cachorro? Veja a avaliação completa sobre a ração Royal Canin Pug. Atualizado em Novembro de 2021.

Os tutores de cães sabem da importância de oferecer uma ração de qualidade para seus pets. Contudo, escolher uma boa ração pode ser uma tarefa difícil, e alguns optam pelas fórmulas específicas para cada raça.

A Royal Canin Pug foi desenvolvida especialmente para os cães da raça pug, mas antes de definir se essa é ou não uma ração bem recomendada, desenvolvemos uma análise completa sobre ela, destacando seus principais pontos e respondendo às perguntas mais frequentes. Confira!

Sobre a Royal Canin para Pugs

A Royal Canin Pug é uma ração do tipo Super Premium, o que indica seu nível de qualidade. Essa é a classificação mais alta entre as rações disponíveis no mercado atualmente, o que significa que seus ingredientes são de qualidade e muito bem recomendados.

O principal objetivo da ração é atender às principais necessidades dos cães da raça pug, por isso, conta com a presença de EPA e DHA, que auxiliam na proteção da pele, e de proteínas que ajudam na manutenção da massa muscular.

Seus grãos são pequenos e possuem tamanho adaptado para a mandíbula do pug e contribuem para manter o peso ideal, além de garantir prebióticos e auxiliar na saúde do intestino. Isso porque, geralmente, os exemplares da raça vivem em ambientes internos, sendo essencial manter um cuidado com a limpeza do espaço e higiene.

A linha Royal Canin Pug também possui embalagem específica para filhotes da raça, contribuindo para o bom crescimento e desenvolvimento através de vitaminas e minerais, como cálcio e fósforo, além de proporcionar a quantidade correta de energia e proteína.

Quais os ingredientes presentes na ração?

Os primeiros ingredientes da Royal Canin Pug são fontes de proteínas, sendo possível citar a farinha de vísceras de aves e farinha de torresmo, que são importantes para o fortalecimento dos músculos e garantir a boa condição corporal.

Ingredientes

Farinha de vísceras de aves, milho integral moído, quirera de arroz, farinha de trigo, farinha de proteína isolada de suíno, glúten de milho*, gordura de frango, gordura suína, polpa de beterraba, óleo de peixe refinado, óleo de soja refinado*, casca de ervilha, fruto-oligossacarídeos, tripolifosfato de sódio, sulfato de condroitina, hidrocloreto de glicosamina, polifenóis de uva e chá verde 10%, óxido de magnésio, glúten de trigo, óleo de borragem, extrato de Marigold, carbonato de cálcio, cloreto de potássio, cloreto de sódio (sal comum), fosfato monocálcico, vitaminas (A, C, E, D3, B1, B2, B6, B12, PP), ácido pantotênico, biotina, ácido fólico, inositol, cloreto de colina, sulfato de ferro, cobre aminoácido quelato, manganês aminoácido quelato, zinco aminoácido quelato, iodato de cálcio, sulfato de cobre, óxido de manganês, óxido de zinco, selenito de sódio, fígado de frango, DL-metionina, L-lisina, tirosina, taurina, L-carnitina, aditivo antioxidante (BHA). * milho integral moído e glúten de milho geneticamente modificados por Bacillus thurigiensis e Streptomyces viridochromogenes; óleo de soja refinado produzido a partir de soja geneticamente modificada por Agrobacterium sp.

A ração também conta com bons níveis de carboidratos, que são responsáveis por proporcionar energia ao organismo do cão. Entre eles estão a quirera de arroz, milho integral moído e farelo de glúten de milho.

Outros ingredientes que se destacam são a gordura suína, gordura de frango e óleo de soja refinado, além do óleo de peixe refinado e óleo de borragem, que são fontes de ômega 3 e 6, importantes para diversos cuidados com a saúde, principalmente dos pelos e da pele. A biotina também é um componente importante para os cuidados com os pelos.

A Royal Canin Pug ainda ajuda no equilíbrio intestinal, por isso, conta com polpa de beterraba, extrato de yucca e zeólita, que contribuem para a redução do volume e odor das fezes.

Quantidade de ração Royal Canin Pug

De acordo com o fabricante, esta deve ser a quantidade de ração de acordo com as características do cachorro:

Peso do cão adulto Sem exercicio Exercício < 1 hr Exercício > 1 hr
5 kg 95 g 105 g 120 g
6 kg 110 g 120 g 135 g
7 kg 125 g 135 g 150 g
8 kg 135 g 150 g 165 g
9 kg 150 g 165 g 180 g
10 kg 160 g 180 g 195 g
11 kg 170 g 190 g 210 g
12 kg 185 g 205 g 225 g

Perguntas frequentes sobre a ração

A Royal Canin Pug contém transgênicos?

Sim, há presença de milho e soja transgênicos em sua composição.

A Royal Canin Pug contém aditivos químicos?

Sim, a ração contém antioxidante BHA em sua fórmula.

Rações disponíveis da linha

  • Pug Puppy (para cães entre 2 e 10 meses)
  • Pug Adult (para cães a partir de 10 meses de idade)

Pontos positivos da ração

Tem qualidade Super Premium

A Royal Canin Pug é classificada como Super Premium, o que indica que possui o mais alto nível de recomendação. Isso quer dizer que seus ingredientes são mesmo de qualidade e que a ração é bem recomendada.

Possui bons ingredientes para pugs

A Royal Canin Pug conta com diversos componentes que agem nos cuidados com os pelos e pele, protegendo e fortalecendo. Além disso, seus ingredientes agem no equilíbrio intestinal e reduzem o odor das fezes, o que é importante para os cães que tendem a viver em ambientes internos, como o pug.

Tem grãos pequenos e de tamanho adaptado 

O pug é um cão braquicefálico, ou seja, ele possui o focinho achatado. Por isso, é importante que os grãos de ração sejam adaptados, como acontece com a Royal Canin Pug. Dessa forma, evita engasgos e complicações gastrointestinais.

Pontos negativos da ração

Possui transgênicos

A Royal Canin Pug contém ingredientes transgênicos em sua composição, o que não é muito bem recomendado. Contudo, é importante saber que ainda não existem estudos que comprovem que os transgênicos presentes em rações são ruins para a saúde canina.

Possui antioxidantes sintéticos

O mais indicado é que as rações sejam conservadas de forma natural, como com a utilização de vitaminas, mas não é o que acontece com a Royal Canin Pug. Essa ração utiliza antioxidantes sintéticos em sua composição, o que pode ser prejudicial para a saúde dos cães.

Afinal, a ração Royal Canin para Pugs é boa?

Sim, a Royal Canin Pug é uma ração de ótima qualidade. Ao analisar seus principais componentes, é possível perceber que eles são boas fontes de nutrientes importantes, como proteínas, carboidratos e ômega 3 e 6.

Sua fórmula ainda conta com componentes que atuam na saúde dos pelos e pele, além de reduzir o odor das fezes e possui grãos de tamanho adaptado, dessa forma, contribui para as principais necessidades dos exemplares de pug.

Por outro lado, é importante que os tutores saibam que a ração contém ingredientes transgênicos e antioxidantes sintéticos, o que pode ser prejudicial para a saúde dos cães.

Comentários