Maior cachorro do mundo: conheça a raça que entrou para o Guinness Book

Zeus e Freddy foram os dogues alemães que bateram o recorde de maior cachorro do mundo e entraram para o Guinness Book. Confira!
dogue alemao com um buldogue

A raça great dane, que é conhecida como dogue alemão no Brasil, é famoso por ser um cão gigante. Entretanto, também é uma raça muito carinhosa e companheira, além de ser muito saudável e, apesar do porte musculoso, conquistar muitos corações com sua simpatia.

O dogue alemão entrou para o Guinness Book como maior cão do mundo em 2011. Conheça os principais fatos sobre essa raça e veja um pouco da história de Zeus e Freddy.

Maior cachorro do mundo

Em 2011, o Guinness Book concedeu o título de maior cachorro do mundo a um dogue alemão que vivia em Michigan, nos Estados Unidos. Zeus tinha 2,26 metros e pesava mais de 70 quilos quando bateu o recorde. A expectativa de vida da raça é baixa, e ele morreu aos 4 anos de causas naturais.

Após a morte de Zeus, outro dogue alemão entrou para o livro dos recordes. Freddy, na Inglaterra, tinha 2,24 metros e recebeu o título em 2016, porém, nem mesmo ele foi capaz de superar o gigante Zeus como maior cão de todos os tempos. Freddy teve uma vida um pouco mais longa, partindo aos 8 anos.

Como o dogue alemão surgiu?

Acredita-se que seu ancestral seja o mastiff e que os primeiros cães da raça dogue alemão tenham sidos usados para proteger as terras dos nobres e caçar javalis na Alemanha no século XIV. Apenas em 1800 o dogue alemão abandonou a vida de caçador para se tornar o cão dócil e amável como é conhecido hoje.

O dogue alemão também é conhecido como Apolo dos cachorros e, apesar da origem alemã, recebeu o nome de dinamarquês na década de 1700 – great dane é traduzido do inglês como “grande dinamarquês”. Mais tarde, autoridades alemãs declararam que o nome oficial da raça seria deutsche dogge, porém, o novo nome ainda não é moda nos países de língua inglesa.

Características do dogue alemão

dois dogue alemão studio

O dogue alemão macho chega, geralmente, até os 86 centímetros de altura e pesa até 90 quilos, já a fêmea, tem altura até 71 centímetros e seu peso chega aos 69 quilos.

Essas proporções fazem com que o dogue alemão seja robusto e musculoso, tenha o corpo longo e as patas compridas e fortes. Ele também tem as orelhas naturalmente caídas, olhos escuros e seu focinho e seus lábios são sempre bem aparentes.

A pelagem do dogue alemão é curta, espessa e lisa. As cores podem ser preto, dourado, tigrado e arlequim – manchado de preto e branco. Também é possível encontrar exemplares azuis da raça. Ele solta muito pelo e é importante que a escovação seja feita para a remoção dos pelos mortos.

Como é a saúde do dogue alemão?

O dogue alemão é um cão forte e saudável e quase não fica doente. Entretanto, sua expectativa de vida é baixa, ele vive entre 8 a 10 anos, apenas. Para proporcionar uma vida longa e confortável ao gigante, é importante se atentar à alguns problemas que, assim como em todas as raças, podem aparecer em algum ponto.

É muito comum que cães de porte grande apresentem displasia do quadril, e com o dogue alemão não é diferente. É uma doença genética que consiste na má formação do quadril, que causa dor e incômodo.

Também é importante se atentar à panosteíte, uma doença que afeta os ossos durante o crescimento do cachorro. O quadro causa dor, mas pode ser identificado na radiografia e não é necessário tratamento, isto é, após um período de tempo, o cão se recupera de forma espontânea.

Além disso, o dogue alemão tem tendência a ter torção gástrica. É como um nó no estômago, e o cão não consegue vomitar o alimento que estiver estagnado, mas também não é possível que chegue ao intestino, produzindo gases e inchaço na barriga. O problema influencia na circulação sanguínea, respiração e causa dores, podendo até mesmo ir a óbito se não for socorrido a tempo.

Comentários