Lulu da Pomerânia: 8 fatos curiosos que você não imaginava

O charmoso Lulu da Pomerânia chama atenção por onde passa. Confira estas 8 curiosidades sobre a raça que talvez você nao saiba
Quanto custa um Lulu da Pomerânia

O spitz-alemão-anão, também conhecido como Lulu da Pomerânia, é conhecido por sua aparência fofa e glamurosa. Apesar de pequeno, o cãozinho conquista a todos com um pelo charmoso, único e sedoso. Além de ser o queridinho de brasileiros e muitos artistas.

E não para por aí! A raça foi considerada a mais popular no Brasil em 2019. No país, a Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) divulga, anualmente, o ranking das raças mais registradas por todo o Brasil. Em 2019, foram 120.651 registros de cães de raça no país – e deste número, cerca de 25.231 foram apenas de Lulus da Pomerânia. Além disso, o número continua a crescer sem parar em 2020.

E se você também tem vontade de ter esse pequeno peludo em casa, este artigo é ideal para você. Ao longo do texto vamos falar sobre as curiosidades sobre o lulu da pomerânia. Além disso, explicaremos um pouco sobre a saúde dessa famosa raça. Acompanhe até o final!

8 curiosidades sobre o Lulu da Pomerânia 

1. O lulu surgiu na Europa 

O Lulu da Pomerânia surgiu há centenas de anos na Pomerânia, região localizada no nordeste europeu, que hoje faz parte da Polônia. E o seu surgimento já explica também o seu nome. No entanto, acredita-se que a história da raça começou na região ártica da Islândia devido sua ligação com os cães de trenó e com os lobos que viviam na neve.

2. O lulu é anão

Apesar do porte pequeno, o cãozinho é descendente de grandes cachorros e lobos que viviam na neve. Mas em um belo dia, nasceu o menor Lulu da linhagem do spitz alemão, um cachorro anão. As pessoas se apaixonaram tanto pela aparência do pequeno bichinho, que decidiram recriar a partir dele. Assim a raça se popularizou e se mantém como uma das mais famosas até os dias de hoje.

3. Querido da realeza

Além de lindo, o cachorrinho é elegante, e por isso se tornou o pet queridinho da rainha Victoria, da Inglaterra. A realeza logo se apaixonou pela raça e decidiu ter vários em seu palácio. Além disso, a rainha foi a principal responsável pela fama do Lulu nos dias de hoje, pois ela contribuiu para a popularização do animal e decidiu criar diversos exemplares de Lulu da Pomerânia, expondo a raça por muitos anos.

4. O lulu não é nada silencioso

Se o seu intuito é ter um animal silencioso e que late pouco, o lulu da pomerânia provavelmente não será uma opção para você. Apesar da aparência fofa, a raça pode ser bastante protetora e excelente cão-de-guarda, características que vêm dos seus antepassados. O latido frenético pode ajudar a alertar o tutor em situações de perigo.

5. Não é muito recomendado para crianças 

O Lulu é um excelente companheiro para as famílias e é capaz de criar fortes laços com os tutores. Entretanto, por serem muito pequenos, as crianças podem querer brincar com o animal de uma maneira que não o agrada. Como o Lulu da Pomerânia não tem um comportamento muito delicado e paciente, pode reagir mal. Por isso, é preferível que ele esteja na companhia de adultos.

6. Adestramento é essencial 

Apesar de pequeno, o Lulu da Pomerânia tem uma personalidade muito forte e territorialista. Logo, ele precisa de ensinamentos para conviver com outros cães e até mesmo outros tipos de pet, como gatos e pássaros. Após ser treinado, o animal se torna muito amigável e brincalhão. O adestramento é essencial para que ele se adapte bem aos apartamentos e até mesmo conviva bem com visitas.

7. Uma personalidade felina

Com uma personalidade um pouco semelhante aos gatos, o Lulu da Pomerânia tende a não gostar muito de visitas e pode não interagir com elas muito bem. Mas isso não quer dizer que ele não goste das pessoas, ele apenas tende a não ligar muito para quem não é da família. Por isso, não espere que ele seja muito agradável com desconhecidos.

8. O Lulu não pode ficar sozinho por muito tempo 

O Lulu da Pomerânia é um cãozinho companheiro e que precisa da atenção do tutor, por isso é importante que antes de adquiri-lo, você pense quanto tempo poderá passar com ele e até mesmo quanto de dinheiro está disposto a gastar. O cãozinho não pode ser deixado sozinho por muito tempo, pois pode acabar desenvolvendo um comportamento indesejável.

Como é a saúde do Lulu da Pomerânia?

O Lulu da Pomerânia é um animal muito ativo e brincalhão, por isso os passeios e brincadeiras ao lado do tutor são essenciais para que ele tenha uma boa qualidade de vida. Entre os problemas mais comuns da raça, estão a displasia do quadril e questões relacionadas à tireoide. Mas no geral, ele é um animal saudável que pode viver em média até os 14 anos.

Outro cuidado importante é com o pelo, afinal, é o que mais chama atenção na raça. Por isso, requer alguns cuidados bastante especiais como, por exemplo, escovações diárias. Além disso, diferente de outros cães, os banhos nesse cãozinho não devem ser frequentes para evitar o ressecamento do pelo. Suas unhas também precisam ser aparadas e bem cuidadas com regularidade.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *